Normal: narração e fala

Itálico: pensamento

Marotos vs Travessos

Capítulo 1.

Era o início de mais um ano. No caso de Severo Snape, de seu 6º ano. E por falar em Severo Snape, este estava numa cabine vazia do expresso hogwarts, perdido em pensamentos enquanto olhava pela janela.

Voz: Podemos sentar aqui?

Severo: *distraído* Podem.

Muitas lembranças do 5º ano passavam pela mente de Severo: a briga com Lily por causa dos Marotos, todas as vezes em que pediu desculpas e ela não aceitou... até mesmo a pergunta de Lúcio se ele gostaria de ser comensal. Tanto que, quando finalmente parou de "viajar", ficou surpreso ao encontrar três pessoas na mesma cabine que ele. Mais precisamente, um rapaz e duas garotas.

Uma das garotas tinha cabelo castanho até a cintura, com franja e um penteado indiano, olhos azuis, pele clara e usava um par de óculos.

A outra garota tinha cabelos loiros na altura dos ombros, com franja lateral presa por uma presilha, olhos verdes e pele morena.

E o garoto tinha cabelos ruivos, curtos e espetados, olhos castanhos e pele clara.

Os três usavam o uniforme da Sonserina.

Severo: *confuso* De onde vocês surgiram?

Rapaz: *sorriso maroto* Da porta, ué! A Jeena perguntou se podíamos sentar aqui e você disse que sim, mesmo sem olhar pra nós.

Severo: *sem graça* Ah, desculpem. Eu estava perdido em lembranças desastrosas e não prestei a atenção.

Garota loira: Que lembranças desastrosas? Conte pra nós! Talvez possamos dar um conselho!

Severo: *desconfiado* Hum... Está bem. Mas não contem pra ninguém.

Os três concordaram com a cabeça, antes de Severo contar tudo. E quando eu digo tudo, é tudo mesmo.

Garota loira: Bom, rapaz, quanto a chamar sua amiga de infância de "sangue-ruim", realmente você pisou na bola. Por outro lado, ninguém pensa direito quando está nessa situação embaraçosa: flutuando, de ponta cabeça e com a cueca à mostra.

Garota de cabelo castanho: E você realmente está arrependido, o que dá pra perceber pelas inúmeras vezes em que pediu desculpas para sua amiga Lily. Você fez sua parte! Agora, se ela não quer te desculpar, então não é sua amiga de verdade.

Rapaz: E nem um pouco compreensiva.

Severo: É, acho que vocês têm razão. Se ela não quer me desculpar, então vou parar de pedir desculpas. Já fiz o que tinha que fazer.

Rapaz: Quanto ao assunto de ser comensal, não aconselho que faça isso. A última coisa que eu quero é que mais alguém acabe como meu pai.

Severo: *surpreso* "Como seu pai"? O que aconteceu com ele?

Rapaz: Ele foi um dos primeiros comensais de Vol... quer dizer, Você-Sabe-Quem. Antes, eu tinha muito orgulho e queria ser como ele, por isso tinha mania de sangue-puro e chamava todos os nascidos trouxas de "sangue-ruim".

Garota loira: Inclusive eu.

Rapaz: Sim. Mas um incidente mudou minha vida. Meu pai falhou numa missão e foi morto por Você-Sabe-Quem. E pior: na minha frente. Eu só fui salvo do mesmo destino porque já sabia aparatar, mas acabei ficando com isso aqui.

Ele arregaçou a manga do uniforme e Severo pôde ver uma cicatriz horrível no braço esquerdo dele.

Severo: *arrepiado até os cabelos* Credo que horror!

Rapaz: *sério* Desde aquele dia, parei com a mania de sangue-puro e pedi desculpas para todo mundo, na frente do colégio todo. Felizmente, ao contrário de sua amiga Lily, o pessoal conseguiu me perdoar.

Garota loira: *sorriso maroto* Principalmente quando você pediu desculpas aos berros, na frente da escola toda.

Rapaz: *corando* Não precisa me lembrar disso.

Garota de cabelo castanho: Quanto às brincadeiras dos marotos, acho que você devia se defender. Quando te fazem isso, é claro!

Severo: Eu gostaria, mas eles são muito mais rápidos.

Garota loira: Nada que treino não resolva.

Severo: É, acho que resolve. *notando algo* Ei, eu já não vi vocês antes?

Rapaz: De certa forma, sim. O pessoal nos chama de "Sonserinos renegados".

Severo: E por que chamam vocês assim?

Garota loira: No meu caso, porque sou nascida trouxa. Meu nome é Fernanda Giacomany.

Rapaz: No meu, porque minha mãe é diretora da Grifinória.

Severo: *surpreso* Sua mãe é Minerva Mc Gonnagall?

Rapaz: Sim. Meus pais se separaram um pouco antes de meu nascimento, quando meu pai revelou que era comensal. Meu nome é Willis Mc Gonnagall.

Garota de cabelo castanho: E no meu caso, porque fui a primeira da minha família a não ir para a Grifinória. Sei que você provavelmente vai me odiar ao saber disso, mas meu nome é Jeena Potter, irmã-gêmea de Thiago Potter.

Ao contrário do que esperavam, Severo não ficou zangado, apenas surpreso.

Severo: Você e o Potter não são parecidos.

Jeena: *séria* Ainda bem! Eu odiaria ser parecida com aquele chato de galocha.

Severo: *sorriso maroto* Bom saber disso. Ah propósito, meu nome é Severo Snape.

Jeena: Eu adivinhei quando você nos contou sua história. Meu irmão vive falando mal de você quando mamãe e eu vamos visitá-lo, nos finais de semana.

Severo: *confuso* Nos finais de semana? Seus pais são separados?

Jeena: São. Desde meus 11 anos. De qualquer forma, Severo, nunca liguei pra nada que meu irmão diz sobre você. *estendendo a mão* Espero que sejamos bons amigos.

Severo olhou pra mão estendida dela por uns instantes, antes de apertá-la. Com exceção de Lily, nunca teve amigos de verdade. Estava começando a entender o verdadeiro valor da amizade... e também porque os Marotos viviam juntos.