My moments with Bella, Jacob and Renesmee

Título Traduzido: Meus momentos com Bella, Jacob e Renesmee

Autora: amoet ( http:/ www. fanfiction. net/ u/ 1879193/ amoet )

Tradutora: Lary Reeden

Beta: Ju Martinhão

Categoria: Família

Classificação: Livre


Sinopse: Edward lisa com o início da eternidade, sua vida de casado, seu futuro genro e sua filha adulta. História curta. Pós Amanhecer. EPOV

Disclaimer: Essa história pertence à amoet, os personagens pertencem à Stephenie Meyer e a mim, Lary Reeden,só pertence a tradução para o português!


Capítulo 1 - Com Bella

Deite na minha cama - nossa cama - com Bella curvada ao meu lado em nossa casa. Renesmee, nossa filha, já estava dormindo em seu quarto. Nós literalmente não dormíamos mais, mas eu descobri que poderia usar a cama para outra atividade... se você entende o que eu quero dizer. Eu apenas deitei ali com a minha linda esposa, sob os lençóis, com nada separando nossos corpos juntos. Fazia sete anos desde o nosso casamento e Renesmee havia atingido seu crescimento total. Era apenas uma questão de tempo para nós seguirmos em frente para outra cidade. E, acredite em mim, isso era uma coisa que eu teria que discutir com a minha esposa.

"Edward." Bella murmurou no meu ouvido.

"Sim, querida." Eu respondi, apreciando que ela chamou o meu nome.

Bella suspirou. "Você sabe que Renesmee está chegando à sua maturidade plena, certo? Você considerou qual será nosso próximo plano?"

Eu sorri e olhei para a minha esposa. Suas orbes chocolate não estavam mais lá, substituídas por orbes douradas semelhantes às minhas, mas elas ainda podiam me hipnotizar. Um lembrete de que ela será minha pela eternidade. "Querida, você tem certeza que quer discutir esse assunto agora? Especialmente na nossa cama? Nós poderíamos usar esta cama para outra finalidade." Minha voz era profunda e rouca.

Bella levantou as sobrancelhas perfeitas. "Não há momento como este, Edward. Toda vez que eu quero discutir este assunto, você me distrai".

"Hm... bem, eu posso lidar com isso." Eu disse a ela e comecei a beijar sua mandíbula e pescoço. Bella rosnou. "Edward!" Ela me empurrou, o suficiente para cortar o meu beijo. "O quê? Você não quer o meu beijo?" Coloquei minha mão no meu peito, fingindo mágoa. Bella bufou. "Por favor, pare de brincar, Edward".

Eu ri e suspirei. Deitei minha cabeça na cabeceira da cama. Bella imitou a minha pose, então nós estávamos meio sentados em nossa cama. "Acredite em mim, amor. Eu estive pensando sobre isso também. Renesmee pode parecer ter 17 anos, mas tecnicamente ela ainda tem sete, e a coisa mais importante é que ela passou todos os seus primeiros anos em torno de nós. Os únicos humanos com quem ela interage são o seu pai, Billy, ou Sue. Ela ainda precisa aprender".

"Você está se referindo ao imprinting?" Bella perguntou. Há! Idem!

"Sim, amor. De fato a questão é essa. Eu sei que Jacob sempre a protege, mas ele ainda não disse nada sobre o imprinting para Renesmee. Eu não sei se vou concordar com esse assunto, mas tudo está feito. Tanto quanto eu não gosto que ele tenha tido o imprinting com a nossa filha, eu também sei que não posso imaginar alguém sendo tão bom para Renesmee".

"Você acha que Jacob vai deixá-la se mudar conosco?" Bella perguntou novamente.

"Nós também precisamos conversar sobre isso com Jacob, querida. Ele é o Alfa e se ele partir, isso significava que Leah será a Alpha, não que eu me importe. Eu só quero que Renesmee seja feliz. O melhor que eu quero para ela é diferente do que ela quer para si mesma. Eu aprendo com a experiência." Suprimi a careta urgente com a lembrança do aniversário de Bella. Eu ainda não podia acreditar que Bella ainda me amava e me queria. Jurei passar a minha existência tentando consertar isso.

Bella percebeu minha expressão e acariciou minha bochecha. "O que você está pensando?"

Eu sorri. "Eu sou aquele que perguntava muito sobre isso, você lembra?" Eu ri e olhei profundamente em seus olhos. "Bella, por que você não me odeia por deixá-la?"

Bella parecia em choque. Nós nunca mais discutimos sobre isso. "Edward, por que você está fazendo essa pergunta? Você sabe a resposta".

Eu suspirei. "Não é só porque você me ama, é?"

Bella sorriu. "Não, não é. É porque você é a minha vida, Edward. No momento em que você foi embora, eu estava morta, literalmente. Mesmo quando Jacob me curou, eu nuca seria a mesma. E então você voltou... eu me senti viva novamente. É por isso que eu não posso odiá-lo e nunca vou odiá-lo".

Fechei meus olhos e nossas testas se tocaram. "Você é boa demais para mim, Bella. Eu não sei como posso retribuir sua bondade".

"Hey." Ela disse. Eu abri meus olhos. Ela sorriu e passou a mão no meu cabelo. Era bom, muito bom. "Você já retribuiu, Edward".

Olhei para os seus olhos. "Bella, case-se comigo".

"Huh? O quê?" Ela sentou-se ereta, confusa. "Nós já somos casados, Edward".

Eu balancei minha cabeça. "Não, não é isso. Não porque eu concordei em transformá-la, ou porque você quer fazer amor comigo como sua última experiência humana, mas case-se comigo para passarmos nossa eternidade juntos." Eu cobri seu rosto com as minhas mãos. "Isabella, você quer casar comigo?"

Bella olhou para mim. Por um momento nós apenas olhamos um para o outro e, em seguida, ela sorriu e me beijou. "Sim." Ela respondeu em meus lábios. "Sim, eu vou me casar com você e passar a minha eternidade com você, Edward Cullen".

Eu sorri e beijei sua testa, inalando seu doce perfume.

Bella suspirou e se inclinou para o meu ombro. "Devemos contar a ela sobre a nossa história. Você, eu e Jacob." Eu não lhe respondi. Eu sabia que esse dia viria, quando teríamos que contar a verdade sobre a nossa relação única. Eu não sabia como Renesmee reagirá, já que Alice não consegue vê-la e Jacob. Talvez eu simplesmente tenha que confiar no meu instinto paternal.

"Edward, você acha que Renesmee vai aceitar a nossa história?" Bella perguntou preocupada.

"Honestamente, eu não sei. Alice não consegue vê-los, mas temos que dizer a ela a verdade. É por isso que temos que resolver este assunto antes de decidirmos o que faremos com essa coisa de imprinting".

"Você quer dizer, quando você terá que levá-la até o altar?" Bella sorriu. Eu revirei meus olhos. "Por favor... isso me faz parecer como um velho".

"Bem... você é um velho." Bella riu. Eu sorri. "E o que é que isso quer dizer, Sra. Cullen?" Eu a rolei para as suas costas. Bella sorriu. "Quero dizer que você é um velho bonito".

"Sério? Um velho ainda precisa de cuidados muito especiais. Você sabe disso, certo?" Eu sorri. Bella riu. Sua bela voz aqueceu meu coração. "Edward, você soa como um adolescente apaixonado." Eu sorri e a beijei suavemente.

"Bella".

"Sim?"

"Apenas me beije." E ela o fez.

Depois da nossa pequena discussão na nossa cama, decidi conversar mais seriamente com Bella. Ela estava certa, porém. Se estivéssemos conversando em nossa cama, acabaria em outra atividade. Felizmente, minha filha me proporcionou uma pequena viagem até Seattle.

* Flashback *

"Três dias em um hotel caro em Seattle?" Perguntei à minha filha. "Então, você quer se livrar dos seus pais?"

Renesmee sorriu. "Basta dizer sim, pai. Eu sei que você quer passar um tempo com a mamãe. Então, eu tive uma pequena conversa com a tia Alice para negociar minhas compras da moda para os seus dias fora com a mamãe".

Olhei para ela sem expressão. Às vezes ela era mais parecida com Bella do que comigo, e eu ainda não podia acreditar que eu não a quis no começo da gravidez de Bella. Eu balancei minha cabeça. "Você falou com a sua mãe sobre isso?"

Ela revirou os olhos. "Claro, pai. Ela disse que estava em suas mãos. Ela vai se você for." Além disso, ninguém pode separar vocês dois. Ela acrescentou mentalmente.

Olhei para ela e suspirei. "Tudo bem. E quanto a você, mocinha? O que você fará enquanto estivermos fora?"

"Não se preocupe, pai. Tia Alice e tia Rosalie querem me levar para Las Vegas." Ela sorriu. Um vislumbre de um hotel de luxo e um cassino percorreu sua mente.

Meus olhos arregalaram. "O quê?"

Ela deu uma risadinha. "Não, papai. Nada de jogos, eu prometo. Nós apenas queremos experimentar o novo spa. Você pode perguntar para a tia Alice".

Eu bufei. "Sua tia é uma obra-prima em esconder seus pensamentos de mim. Prometa-me que vai ficar junto com a sua tia".

Renesmee revirou seus olhos. Seus olhos castanhos – os olhos de humana da sua mãe – brilhavam de excitação. "Eu prometo, papai. Palavra de escoteiro." E então ela me virou, cara a cara com Bella. Uau, eu não sabia que ela estava lá. "Divirta-se, pai." E eu te amo. Antes que eu pudesse dizer qualquer coisa, ela correu para Bella e a abraçou. Renesmee colocou sua mão na bochecha de Bella. Divirta-se com o papai, mamãe. Eu te amo. Ela beijou a bochecha da sua mãe mais uma vez e saiu correndo da casa, deixando-nos sem fala.

Bella limpou sua garganta. "Então, estamos indo?"

* Fim do flashback *

E aqui estávamos nós... no quarto de hotel e de novo na cama, mas desta vez nós estávamos totalmente vestidos. Apenas deitados enquanto assistíamos um filme na TV a cabo. Olhei para o tempo lá fora. Era quase o crepúsculo, um bom momento para darmos uma caminhada no parque.

"Bella." Eu murmurei.

"Hm?"

"Você quer dar um passeio comigo?"

Bella olhou para mim e sorriu. "Claro".

Saímos do nosso quarto e decidimos apenas caminhar até o parque mais próximo. Segurei sua mão enquanto andávamos, recebendo alguns olhares de homens desagradáveis e mulheres flertando. Bella e eu apenas sorrimos ao longo do caminho. O parque não estava muito cheio, algumas famílias com seus filhos ou alguns casais lendo. Esta era a primeira vez que eu levava Bella a um parque público. Eu sabia que ela ficava ansiosa demais, ela se preocupava sobre não conseguir se controlar entre os humanos. Mas eu a conhecia melhor, ela conseguia se controlar melhor do que qualquer recém-nascido... ainda melhor do que eu mesmo. Sentamos no banco perto de um lago e Bella se aconchegou ao meu lado. Eu sorri e envolvi meu braço em torno dela.

"Obrigada por me trazer aqui. Eu estava tão preocupada sobre não conseguir me controlar." Ela sussurrou em meu ouvido.

Eu ri. "A qualquer hora, amor. Estou feliz que você goste".

Bella suspirou. "Existe algo que você queira falar comigo?"

Eu olhei para ela, fingindo surpresa. "Você é uma leitora de mentes também?"

Bella riu e deu um tapa no meu peito de brincadeira. "Não, eu apenas o conheço melhor." Eu ri. Sim, ela realmente me conhecia.

Eu suspirei. "Eu quero falar sobre o que discutimos alguns dias atrás".

Bella olhou para mim. "Sobre Renesmee e nosso próximo plano?" Eu assenti. "Sim. Sobre isso." Ela suspirou. "Você tem algo em sua mente, Edward?"

"Bem... aparentemente nós realmente temos que nos mudar. Todos os funcionários do hospital de Carlisle estão começando a ficar desconfiados. Ele já falou comigo, mas eu lhe disse que falaria com você primeiro porque isso também inclui Renesmee".

Bella deu de ombros. "Eu não me importo se tivermos que nos mudar. Eu ainda poderia visitar Charlie no Natal. Você acha que ele vai ficar desconfiado sobre nós?"

Eu ponderei sua declaração. "Ele descobrirá, eventualmente." Bella levantou as sobrancelhas. "Sério?" Eu olhei para ela. "Sim".

"E?"

Revirei meus olhos. "Ele já viu Jacob se transformar na frente dele. O que mais ele pode esperar, amor?"

Bella suspirou e escondeu o rosto no meu peito. "Jacob e seus movimentos estúpidos. Eu sabia que ele fez isso de propósito para não podermos nos mudar de Forks. Ele quer manter Renesmee".

Eu sorri. "Isso é certo. Mas existe uma coisa que ele esquece. A escolha está toda em Renesmee. Ela não está pronta para viver separada de nós, amor. Eu acho que ela vai fazer Jacob escolher".

Bella olhou para mim, chocada. "E você vai afastá-la de Jacob?"

Eu balancei minha cabeça. "Não, amor. Como eu disse antes. É tudo escolha dela. Se ela decidir se mudar conosco, nós vamos ensiná-la a interagir com os humanos e, claro, se defender. Mas, se ela decidir ficar com Jacob, ela pode... com uma condição".

Bella franziu as sobrancelhas. "Que condição?" E então ela percebeu algo. "Oh, não. Não me diga que-"

"Sim, amor." Eu a cortei. "Eles têm que se casar primeiro".

"Você vai deixá-los? Renesmee ainda é muito jovem, Edward".

"Eu sei, amor. Eu sei disso. Como eu disse, nós temos de contar a verdade sobre nosso passado e sobre o imprinting para ela. Depois disso, nós a deixaremos decidir".

Bella suspirou e cerrou os dentes. "Eu sempre odiei essa coisa de imprinting." Isso nos faz dois!

"E você, amor?" Perguntei a ela. Bella olhou para o lago. "Eu gostaria que Renesmee pudesse vir com a gente, pelo menos o suficiente para ela aprender sobre os humanos além da família dela. Depois disso, ela poderia optar por ficar conosco ao longo do caminho, ou ficar com Jacob".

"Tudo bem. Então, nós temos um acordo." Eu mordi meus lábios. "Mas também há uma outra escolha. Jacob pode vir conosco, se ele quisesse".

"Isso é possível? Quero dizer, ele é o Alpha".

"É uma possibilidade. Ele ainda pode deixar as coisas com Leah ou Seth se ele solicitasse a ajuda deles".

Bella suspirou. "Acho que não temos outra escolha." Ela baixou a cabeça e colocou o queixo no meu ombro. "Você está pronto para levá-la até o altar se ela decidir ficar com Jacob?"

Eu olhei para o lago por um momento e olhei para minha esposa. "Sim, amor. Estou pronto".

Olhamos um para o outro e Bella fechou os olhos. "Edward, eu não sei como dizer isso... mas você tem alguma dica sobre... ela... reproduzir?"

Eu suspirei. "Você quer dizer se ela é capaz de conceber uma criança?"

Bella olhou para mim e seu rosto suavizou. "Sim".

Eu não respondi a ela, mas vagarosamente brinquei com seu cabelo. "Honestamente, eu não sei, amor. Quando encontramos Nahuel há sete anos, ele não mencionou isso em sua mente." Olhei para a minha esposa. "Mas, se o gene de Renesmee for mais vampiro do que humano, você sabe o que isso significa, amor".

Bella engoliu em seco. "Ela não será capaz de ter um filho." Sua voz era distante. Eu assenti lentamente. "E, lembre-se, ela é imortal também".

Bella suspirou. "O que Jacob dirá sobre isso?" Eu dei de ombros. "Nós simplesmente temos que esperar e ver".

Bella apenas ficou em silêncio e se recostou no meu ombro. "Tudo bem. Você é o pai, afinal." Revirei os olhos. "Sim, mas você é a mãe. Temos que entrar em um acordo sobre isso".

Bella abriu seus olhos e sorriu. "Você acha que precisamos conversar com Jacob sobre isso?"

Eu sorri. "Nós não temos. Ele quer falar comigo sobre isso, mas ainda não tem a coragem. Vou simplesmente esperar".

Bella sorriu de volta para mim. "Você leu a mente dele?"

"Por favor, amor. Eu posso ler a mente dele e sentir seu cheiro mesmo que ele esteja na borda da floresta antes de chegar em casa. Ele é muito alto e irritante. Eu simplesmente fico feliz por não poder ter dores de cabeça mais." Eu suspirei.

Bella riu. "Então, quando você fará a pergunta? A coisa de 'Quais são suas intenções em relação à minha filha'?"

Eu ri de volta. "Isso tem atravessado a minha mente. Embora eu tenha ficado surpreso que o seu pai nunca me perguntou isso".

Bella revirou os olhos. "Ele não teve a chance, Edward. Nós simplesmente chegamos em casa e você pediu a ele a minha mão em casamento".

Sorri para a memória. "Hm... acho que foi uma boa jogada, então".

"Você sabe o que?" A voz de Bella era baixa e sedutora. Oh, não... por favor, não agora! "Sim?" Perguntei a ela nervosamente. Ela não disse nada, mas baixou seu escudo e me mostrou imagens de nós juntos na cama. Eu rosnei para ela. Ela recolocou seu escudo e levantou do seu assento. "Venha me pegar!" Ela disse e começou a correr em velocidade humana.

Eu não tive que pensar duas vezes. Esta mulher seria a minha morte.


N/A - Haha ... Eu adoro quando eles podem falar sobre o seu futuro juntos. Eu não sei exatamente se Renesmee pode conceber uma criança, já que SM nunca mencionou isso. Então, eu decidi colocar uma possibilidade de 50% sobre ela ser capaz de ter um filho.

No próximo capítulo teremos o momento de Edward com Jacob. ~ Amoet

N/T - Para comemorar BD (Amanhecer) que estréia sexta-feira. Ou para os sortudos, vulgo EUUUU, que vão para a pré-estréia, estou postando essa short de 3 capítulos! Se eu tiver no mínimo 2 reviews eu posto o 2! Espero que gostem e ahhhhhhhhhhhh bom filme, estou surtada a espera! Beijinhos, Lary Reeden