Opções

Para ele não ir resgatá-la nunca foi uma opção , Simon consegue imaginar seus pais e colegas da academia falando sobre o brilhante futuro que ele jogou fora, mas o que eles nunca tinham entendido e talvez nunca viessem a entender é que não haveria nenhum futuro para ele sem ela. Ele se lembra de um dos primeiros dias após ela ter nascido de ter ouvido seus pais falando no quarto ao lado que estavam receio que ele sentisse ciúme e raiva dela como muitas vezes acontece com filhos únicos após ganharem um irmão ou uma irmã, ele não se meteu na conversa já que ele não deveria sequer estar escutando aquilo para começar, mas se fizesse isso diria que aquela era a maior estupidez que já ouvira em seus poucos anos de vida, ela era a coisa mais legal que já vira, ele adorava observar suas reações e como seus olhos grandes pareciam observar com atenção tudo a sua volta e como ela parecia focar um pouco mais nele do que em todos os outros e lhe dizia que seu nome era Simon ,o dela River e que ele sempre iria cuidar dela, não era um dever mas sim um desejo, e já planejava ensinar a ela tudo que sabia. Isso não durou por muitos anos já que tudo que ele lhe ensinava ela aprendia na hora e logo era ela que estava lhe ensinando coisas, lhe falando sobre o subtexto que havia em antigos livros da Terra ou das maneiras que o universo funcionava, as outras crianças que moravam por perto os achavam estranhos mas isso não importava muito, River era o suficiente para ele naquela época e também era agora na sua vida como fugitivo, a carreira que podia ter, a família que viria a construir não existiram sequer hipoteticamente, deixa-la para trás era inconcebível sob qualquer ângulo, ele sabia que não era normal amar alguém assim, tão exclusivamente desse jeito que faz tudo e todos parecerem pequenos em comparação, o amor que ele sente por ela sente como se fosse maior do que o amor romântico ou o amor familiar ,é como se fosse uma religião , significado e sentido, ele morreria por ela e ele certamente mataria por ela, ela era como o centro do universo que o puxa com a mais forte gravidade e ele não desejaria de maneira nenhuma que fosse diferente. Seu passado parecia até outra vida de tão diferente que era em comparação a sua vida a bordo da Serenity e o futuro que ele viria ter agora era incerto e possivelmente até inexistente com a aliança os caçando daquele jeito, mas no presente ele tem River em seus braços e isso é tudo que importa.

Obrigada por ler, reviews são sempre apreciadas.