Normal: narração e fala

Itálico: pensamento

Sabrina Snapemedo

Capítulo 1.

Era o início de mais um ano escolar em Hogwarts. Para os Marotos, e também para Lílian e Severo, era o início de seu 6º ano.

Desde o ano passado, Severo e Lílian não se falavam mais, já que, por causa de uma brincadeira dos Marotos, Severo havia chamado Lílian de Sanguerruim sem querer. Ele tentava se desculpar diversas vezes, mas a ruiva era cabeça-dura e não o perdoava.

Felizmente, existia uma pessoa que ainda podia impedir Severo de se tornar um comensal.

No expresso hogwarts, os Marotos procuravam uma cabine para ficar. Entretanto, Severo fazia a mesma coisa. Resultado? O grupo e o Sonserino bateram de frente no corredor.

Tiago: *recolocando os óculos que haviam caído* Ei Ranhoso, não olha por onde anda?

Severo: Nem vem, Potter! Quem não estava olhando eram vocês!

Sirius: De qualquer forma, esta cabine aqui ao lado é a última do trem que está vaga, e nós iremos ficar com ela. Então se manda, Ranhoso!

Severo: Se manda você, Black!

Sirius abriu a porta da cabine, só pra levar o maior susto de sua vida, assim como o restante dos Marotos. O motivo? Havia uma garota da idade deles lá, que tinha cabelos negros presos em duas tranças malfeitas até a cintura, olhos pretos e pele tão pálida quanto a de Severo, sem falar que estava usando roupas velhas e rasgadas. Mas o que assustou os marotos foram as criaturas mágicas que haviam dentro da cabine: um hipogrifo, um dragão com um metro e meio e uma planta carnívora, no sofá ao lado da garota.

Marotos: AAAAAAHHHHHH!

Os Marotos saíram correndo, sendo observados por Severo, antes deste se virar para a garota.

Severo: O que está fazendo aqui, Sabrina?

Sabrina: Oi pra você também, Severo. Vai ficar só olhando ou vai sentar?

Mesmo com um pouco de medo, Severo entrou na cabine, fechou a porta e sentou-se do outro lado de Sabrina.

Severo: Mamãe devia ter avisado que você, minha irmã, estava vindo pra Hogwarts. Não te vejo desde o ano passado, quando foi morar com nosso tio materno. Mas de onde veio esses animais e essa planta carnívora? Eu não me lembro deles!

Sabrina: Eu os ganhei de presente do nosso tio, que foi junto comigo no Beco Diagonal. Como tem um guarda-caças em Hogwarts, Dumbledore deixou eu trazê-los comigo. Eles não são lindos?

Severo: *aliviado* Sim... claro que são. Pelo menos os animais não vão entrar dentro do castelo e sim ficarão com Hagrid. Mas não posso dizer o mesmo da planta carnívora.

Uma vez em Hogwarts, a seleção dos alunos novos e dos transferidos começou.

Minerva: Sabrina Snape.

Na mesa da Grifinória...

Lílian: *resmungando* Era só o que me faltava. Agora a irmã-gêmea do Snape veio para Hogwarts.

Remo: *surpreso* Irmã-gêmea?

Lílian: Sim, dois minutos mais velha. Eu não tive muito contato com ela na infância, já que ela foi para Durmstrang e mora com o tio dela, mas a garota é muito excêntrica.

Pedro: Eu não acredito! É Sabrina Snapemedo!

Tiago: *confuso* "Sabrina Snapemedo"?

Pedro: Ela ganhou esse apelido porque nada a assusta, assim como o João Sem-medo, personagem de uma história trouxa. Dizem que era famosa em Durmstrang, mas não sei se era por causa de sua falta de medo.

Sirius: Deve ser por causa de sua excentricidade, como a Lílian disse. Ela se veste tão mal quanto o Ranhoso. Não vou ficar surpreso se ela também for para a Sonserina, igual ao Ranhoso.

Chapéu Seletor: SONSERINA!

Sabrina retirou o chapéu da cabeça e foi se sentar com os Sonserinos, que aplaudiam.

Tiago: Você acertou, Almofadinhas: igualzinho ao Ranhoso. Sendo irmãos, não é uma surpresa. *sorriso maroto* Ela será mais um alvo de brincadeiras dos Marotos, que nem o irmão.

Sirius concordou, com o mesmo sorriso maroto nos lábios.