Obrigada pelos Reviews, conforme vocês gostarem da fic, vou traduzi-la para o inglês e quem sabe a galera toda curti. ;D
Sugestão: Iria ser legal se vocês lessem a fic ouvindo Stop Crying Your Heart Out - OASIS


ALL OVER AGAIN


CAPÍTULO 2


- House ..
- O quê ?
- Eu voltei. – Disse Cuddy sorrindo antes de sair da sala. Deixando House pensando em como tudo mudaria e voltaria a ser como era. Será que ela voltou por ele? Ela ainda o amava depois de tudo? Ele só sabia que teria que vencer seu orgulho e conquista-la de novo, não poderia perde-la de novo.

No dia seguinte – Sala da Cuddy

Cuddy estava ocupada com os papeis, o hospital não estava bem como antes e ela precisava colocar ordem. Estava tão concentrada que nem viu House entrando ao seu próprio estilo, sem bater na porta como sempre.

- Então é isso? – Perguntou ele com arrogância e insatisfação.
- Isso o quê? – Indagou Cuddy sem entender a pergunta.
- Isso! – Disse House apontando pra Cuddy. – Você volta depois de 2 ANOS! 2 ANOS! Como você espera que eu reaja a isso?
- Só pra sua informação, eu não voltei por você, muito menos por nós. Eu voltei porque o Foreman pediu pra assumir meu lugar em NY. Eu não espero que sejamos amigos de novo House, mas a partir de hoje, eu sou sua chefe e você meu empregado. – Embora Cuddy não demonstrasse, não era essa relação que queria com House, eles se conheciam a mais de 20 anos, não da pra simplesmente deletar tudo o que eles ficou sem saber o que pensar e o que falar, o que era raro.

- Você não tem um caso pra resolver? – Disse ela com frieza não demonstrando o quanto o queria ali, uma coisa que predominava em Lisa Cuddy era o orgulho, e não era agora que iria super-lo
- E você não tem uma bunda enorme? – Respondeu House com malicia nos olhos ao ficar olhando pros gêmeos.
- House, sai ... AGORA!
- Okay, eu volto depois pra gente "conversar" melhor. – Disse ele fazendo aspas com os dedos como um menino travesso.E saiu indo em direção à sua sala.
- Eu não mereço. – Disse Cuddy a si mesma depois que ele saiu.

Sala do House

- Não é leucemia seu idiota. – House estava mais frustrado do que antes, e sua equipe estava começando a achar que o motivo tinha nome: Lisa Cuddy.
- House, a culpa não é nossa que a Cuddy te dispensou e agora voltou, você não pode descontar em nós. – Disse Cameron se fazendo de boazinha, ela ainda tinha uma queda por House e aqueles olhos azuis, mesmo estando com o Chase, o que era um absurdo.
- É claro que eu posso. Eu sou o chefe e viciado, tenho problemas, preciso de alguém pra desabafar. – Indagou House fazendo cara de garotinho abandonado.
- Só pode ser leucemia. – Sugeriu Taub, como se fizesse diferença o que ele diz quando o assunto é provar que House está errado.
- Façam uma biópsia da medula pra provar que o Taub está errado, tenho assuntos a resolver, oh e Cameron, cala a boca e faça a droga do seu trabalho. – Mandou ele ao estilo " dele " e saiu da sala, deixando Cameron envergonhada, mas afinal das contas ela já estava acostumada.

Sala da Cuddy

- Não sabe bater na porta? – Cuddy já tava cansada dessa coisa infantil dele, mas como ficar brava quando ele olhava DAQUELE jeito.
- Não me culpe, tive pais HORRíVEIS. – Respondeu ele fazendo questão de deixar horríveis bem claro.
- Sei que vou me arrepender de ter perguntado mas, o que você quer House? Não ta vendo que estou ocupada? Pelo menos você já resolveu seu caso? – Ela sabia que ele já sabia a resposta do caso, mas ele sempre fazia seus escravos sofrerem para descobrirem.
- Claro, desde quando eu não resolvo nada?
- Desde que o assunto seja relacionamento. – Ela sabia que isso era golpe baixo, já era da natureza dele não saber lidar com uma amizade imagine um namoro.
- AAAA claro, você é a expert em relacionamentos por acaso? Me diga um relacionamento que você teve que deu certo além de mim? NENHUM! Porque eu sou o único que pode te fazer feliz, você sabendo ou não! – Ele chegou ao ponto em que já estava gritando, é provável que as enfermeiras ali perto tenham escutado tudo.
- Primeiro, abaixa esse seu tom de voz porque ninguém é surdo e segundo, o único relacionamento honesto que tive foi a 20 anos atrás, só que eu fui a única em que sai ferida. – Já estava formando lágrimas em seus olhos e House percebeu.
- E você acha que eu não me feri quando você foi embora? – Disse ele tentando se aproximar dela, como ele queria abraça-la e conforta-la dizer tudo o que senti... o que sempre sentiu, mas não, não era típico dele fazer essas coisas.
- Oh, claro, tirando o fato de que fui quem me casei não é? – Agora ela estava gritando.
- Só me casei pra te tirar da cabeça, mas ao passar esses 20 anos, vi que isso nunca vai acontecer. – Assim que disse isso, Cuddy ficou paralisada e ele a puxou pela cintura e lhe deu um beijo ardente, mostrando que a queria mais que tudo, e ela retribui com a mesma intensidade, e quando se deram conta, estavam ofegantes e sem fôlego, ele se aproximou mais ainda, colando seus corpos e sussurou ao seu ouvido.
- Tenta te esquecer foi a pior coisa que fiz em minha vida. – Ele disse e saiu da sala, deixando ela ali, sem nenhuma reação, só sentindo o gosto de seu beijo.

OBRIGADA PELOS REVIEWS !