Insuportável

Continuação de "Inalcançável" e "Inaceitável"

Roxton, Malone e Challenger saíram havia dois dias para caçar e ainda não tinham voltado. Marguerite, Verônica e Summerlee ficaram com a missão de limpar a casa.

No primeiro dia, Marguerite fizera sua parte sem reclamar. No segundo, apesar de desanimada, ajudara, mas no terceiro ninguém agüentava seu mau humor.

- Não é justo. Eles ficam por aí passeando e nós temos que ficar aqui arrumando tudo. – Disse Marguerite. Verônica riu da rabugice da outra.

- Eles não foram se divertir, Marguerite. Foram caçar. – Respondeu a loira. – Daqui a pouco devem estar de volta.

- Tem razão, Verônica. – Confirmou Summerlee. – A menos que algo tenha acontecido. – As palavras de Summerlee só fizeram Marguerite ficar mais nervosa. A morena foi para a varanda tentar se acalmar. De repente ouviu o barulho do elevador.

- Chegamos. – Disse Ned saindo do elevador com Challenger e Roxton. Marguerite permaneceu na varanda, pois seu coração estava acelerado. Só naquele momento a morena percebeu que estava sentindo muita falta da presença de Roxton.

Assim que saiu do elevador, o caçador passou os olhos pela sala, procurando Marguerite.

- Ela está na varanda. – Summerlee sussurrou discretamente a ele. O Lord deu um sorriso e se dirigiu à varanda.

- Nossa. – Falou Malone. – Pensei que íamos ser mortos pelo mau humor de Roxton. Desde ontem ele anda muito agressivo.

- Marguerite está do mesmo jeito. – Verônica disse sorrindo.

- Então está explicado. – Completou Challenger.


Roxton largou suas coisas num sofá e andou até Marguerite. Ela permanecia de costas para ele.

- Não vai falar comigo? – Perguntou o caçador mal podendo conter sua felicidade por vê-la. – Ficamos três dias separados.

- Foi você quem passou três dias se divertindo com seus amigos, não eu. – A morena estava emburrada.

- Não estávamos tendo diversão. Estávamos caçando. E foi extremamente chato.

- Sei. – Ela deu de ombros. Roxton riu e a abraçou por trás. – Aposto que ficaram se lembrando de suas antigas conquistas.

- Não preciso me lembrar das antigas conquistas. Só da última. – Marguerite deu um leve sorriso. Até ela percebia que era perda de tempo ficar pensando no que já passara, agora que ele estava com ela. – Além disso, foram três dias insuportáveis.

- Eu estava pensando... – Começou Marguerite receosa. – Você poderia me ensinar a caçar. – Roxton virou o corpo dela para poder encará-la. Ele parecia chocado. – Eu não quero ser uma profissional... É só o básico.

- Por que você quer aprender a caçar, Marguerite? – O caçador não sabia se devia acreditar em seus ouvidos.

- Ora, talvez eu pudesse caçar com vocês um dia desses. – O Lord calou-a com um beijo. Ao se afastarem voltou a encará-la.

- Isso quer dizer que você também sentiu minha falta? – Marguerite enlaçou o pescoço dele com os braços.

- Não. – Ela respondeu sorrindo. – Quer dizer que eu também odeio dias insuportáveis. – Roxton deu um sorriso para logo em seguida ter seus lábios cobertos pelos de Marguerite novamente.

Novamente agradeço ao incentivo que recebi para continuar essa história.

Agradecimentos a:

daniM

NinaMakea

Margueritte

Morringhan Higurashi

Obs: Estou conseguindo baixar toda a série. Já conclui a primeira e a segunda temporadas. Falta pouco para concluir a terceira. Logo vou re-assistir tudo e espero que novas idéias surjam.