Exceção

Bonnie abraça Caroline e pode sentir que ela não devia estar ali, ela sente a mesma estranheza e falta de vida que sentiu quando encostou em Stefan pela primeira vez, ela faz o máximo para ignorar tal sensação e apenas a abraça mais forte.

Ela as vezes não conseguia evitar de pensar que Elena agia hipocritamente quando se tratava dos Salvatores, mas agora quando se tratava de Caroline ela não conseguia evitar de agir igual. No dia em que descobriu que ela havia sido transformada ela atacou Damon não pelo seu dever como bruxa e serva da natureza mas pela pura raiva que sentia pelo que havia acontecido com Caroline, foi ódio, foi emocional, foi humano.

Ela ainda odeia vampiros, tal desgosto parece fazer parte de sua própria natureza, mas ela ama Caroline. Caroline Forbes que sempre esteve em sua vida, Caroline que era insegura e neurótica ,Caroline que era autocentrada sem ser egoísta, Caroline que tinha um grande coração e sorria mesmo quando estava triste, Caroline com quem ela sempre podia contar em qualquer situação, Caroline que considerava sua amizade até mais do que considerava a de elena, Caroline a vampira, Caroline que era a melhor amiga que já havia tido, Caroline que sempre seria a exceção para ela. Para ter Caroline por perto ela se permitia ser um pouco hipócrita também.

Obrigada por ler, reviews são sempre apreciadas.