AGENT 00HOT

Sinopse: Edward é um atraente Agente do F.B.I. quem é imediatamente atraído por Bella, a oficial da condicional, que acontece de ser um ímã para situações ridículas.

Disclaimer: A história pertence a maxandmo, Twilight e os personagens a Stephenie Meyer, e a mim somente a tradução.


Capítulo 20 – Mordidas Secretas

Bella

Eu levaria tomates e urina se resultasse em um namorado maravilhosamente bem dotado. Felizmente, segunda-feira chegou com um estrondo. Bem, estrondoso não é exatamente do jeito que eu descreveria o sexo incrivelmente quente que Edward e eu tivemos no chuveiro.

Nunca imaginei nossa pela primeira vez em um chuveiro, mas quando tudo foi dito e feito, foi incrível. Eu poderia dizer que ele estava um pouco hesitante, mas o meu encorajamento era tudo que ele parecia precisar. O fato de que não havíamos planejado o evento, acabou acontecendo naturalmente e pôs meus nervos à vontade. Faziam eras desde que eu tive uma relação real, e eu nunca me senti como se estivesse faltando alguma coisa. Agora eu finalmente consegui o que todo mundo falava. Sexo com Edward foi como nada que eu nunca tinha experimentado. Só de pensar nisso tenho minha calcinha em uma confusão.

Agora que temos a nossa primeira vez fora do caminho, eu planejei isso acontecendo muito e em uma base permanentemente regular. O homem era quente, e ele era meu namorado. Namorado, namorado, namorado. Não importa quantas vezes eu dissesse a palavra em voz alta, eu era uma bola de queijo sorridente, tonta.

Era louco para mim que ele parecia ficar nervoso em torno de mim, às vezes. Quero dizer, Olá, ele era o pacote total. Eu era a pessoa que deveria estar nervosa. Por alguma razão, o homem me fez sentir à vontade e ajudou com minha autoestima deficiente. Claro, eu ainda estava com medo de dizer a coisa errada, ou agir de forma errada na frente dele. Ele poderia ter qualquer uma e ele ainda me queria.

"Terra para Bella. Olá!" Alice estava gritando para mim, puxando-me dos meus pensamentos.

"O que?" Eu perguntei, aborrecida.

"Eu perguntei três vezes a você, se você queria juntar-se a nós para jantar amanhã depois do trabalho." Ela estava fazendo sinal para Rose e depois de volta para si mesma. Como se eu não conseguisse descobrir quem o 'nós' era.

"Hum, sim. Claro," respondi hesitante, mesmo estando acostumada a pegar mexicano com elas às terças-feiras. Era quase como se eu quisesse perguntar Edward primeiro. Não é como a permissão ou qualquer coisa, mas apenas para se certificar de que ele não tinha nada planejado para nós.

"Você pode apenas nos encontrar no salão como você normalmente faz. Ah, e chegar o mais cedo possível." Alice estava olhando para Rose, que então balançou a cabeça em confirmação.

"O que?" Perguntei-lhes, dando-lhes olhares de reprovação.

"Querida, não faço ideia de para que essas suas sobrancelhas arqueadas, mas elas precisam de minha atenção." Rose estava me olhando atentamente e foi me fazendo autoconsciente.

"Aparar não faria mal", disse Alice com certeza. "Ah, e talvez algum realce."

"Tudo bem." Eu sabia que não havia forma de combatê-las. Então, novamente, eu poderia um pouco dessa atenção.

"Ei, eu me esqueci de te dizer que o horário da Lauren Mallory é amanhã também." Alice estava olhando para mim com um brilho nos olhos, e eu só podia imaginar o que ela tinha em mente. Minha amiga era uma garota leal.

Eu olhei para os meninos e poderia dizer que Emmett e Jasper foram completamente cheios. Era óbvio pela forma como Jasper estava esfregando a barriga e Emmett estava desabotoando sua calça. Alice estava em um turbilhão, limpando tudo em seguida, e eu quase me senti culpada por não ajudar. Ela insistiu que saíssemos do seu caminho, assim nós cinco mudamo-nos para a sala de estar.

Jasper pegou o controle remoto e mudou para o canal de notícia.

"Cara, realmente?" Emmett perguntou. "Você ainda vê as notícias?"

"É. Por quê? Vocês não?" Jasper perguntou, olhando para nós interrogativamente.

"Não," dissemos ao mesmo tempo.

"Por que diabos não? Você não quer ver se alguns de seus caras fizeram alguma loucura? Eu amo este canal. Eles transmitem as principais notícias locais, todas as horas." Ele estava olhando para o T.V. esperando o comercial acabar.

"Uau! Quem diria? Eu nunca soube que esse canal existia," eu respondi sarcasticamente. "Eu tento evitar as notícias. Especialmente desde a semana passada."

Emmett riu, e Rose sacudiu-o, mesmo sem mover seus olhos longe da mais recente edição da Cosmo*.

*Cosmo revista americana, como a Veja e outras aqui no Brasil.

Eu estabeleci-me no sofá e estava apenas começando a sonhar com sexo quente no chuveiro, quando Emmett se moveu em direção a TV, derrubando sua bebida no processo.

"Merda!" ele fez uma careta. "Jasper, mude."

Ninguém se importou com a bebida derramada depois que vimos à notícia principal. Todos nós sentamos lá colados a tela.

"Bem, eu acho que já sabemos onde Edward foi," Alice disse preocupada.

O repórter estava em frente de um famoso restaurante italiano transmitindo ao vivo. Aparentemente, um homem com uma arma havia entrado no restaurante e passou a fazer todos dentro esvaziar suas carteiras. Quando ele pegou um dos servidores tentando chamar a polícia, ele jogou a merda para o alto, e levou um empregado como refém.

O atirador foi considerado participante de uma gangue, e olhando por seu comportamento errático, com drogas. A situação terminou mal para ele, quando ele foi baleado e morto por um membro da equipe FBI Swat.

A tela da TV estava dividida ao meio com um lado que mostrando o criminoso e do outro lado que mostrava uma mulher histérica sendo amparada por um agente do F.B.I.

"Porra!" Emmett exclamou. "Esse cara esta na minha lista de casos importantes."

As câmeras de TV deu zoom sobre a mulher perturbada, pedindo-lhe para comentar.

"Sem comentários. Mostre algum respeito," disse uma voz que eu reconheceria em qualquer lugar.

Eu me concentrei na televisão para ver meu namorado segurando a mulher em seus braços possessivamente, enquanto ele a conduzia para longe da cena.

"Não é Tanya?" Rose disse nervosamente, enquanto olhava para mim.

"Sim, com certeza é," Alice balançou a cabeça em confirmação. "Eu tenho certeza que ela trabalha lá."

"É melhor eu ir para casa. Tenho que chegar ao escritório extremamente cedo agora. Espero que todos os meus documentos estejam em ordem sobre este caso, ou eu estou totalmente ferrado." Emmett estava confuso e parecia nervoso como o inferno.

Justamente por isso, já que suas notas sobre o caso seria examinadas por pentes finos. Como se fosse culpa de Emmett que o filho da puta se levantou em um restaurante. O fator de responsabilidade do nosso trabalho era insano. A semana de Emmett estava sendo uma merda, com certeza.

Ele e Rose se levantaram para sair, agradecendo profusamente Alice pelo jantar. Rose surpreendentemente me deu um abraço demorado. Eu poderia dizer que havia algo que ela queria dizer, mas não tinha certeza se deveria dizer isso. Ela optou por não dizer nada e apenas me abraçou mais apertado.

"Emm, me ligue se há alguma coisa que eu possa fazer para ajudar", eu disse e dei-lhe um abraço. "Vejo você amanhã. Ah, e obrigado novamente por esta manhã. Te devo uma!"

Eles partiram, deixando-me com uma Alice inquieta e um Jasper desconfortável.

"Eu estou bem gente. Estou feliz que ele esteja bem. Obviamente, Tanya está traumatizada e ele precisava ajudá-la. Isso é legal."

"Tem certeza Bella? Nós estávamos indo para a casa do Jasper, mas eu posso ficar aqui, se quiser."

"Alice não seja boba. Vá com Jazz. Eu. Estou. Bem." Esperei que ela acreditasse em mim.

"Tudo bem. Enquanto você está segura. Vejo você amanhã para o jantar." Alice me deu um beijo na bochecha e levou Jasper pela porta.

"Vejo você de manhã Bella," Jasper disse em seu caminho para fora.

"Até mais tarde," eu gritei para ele.

Eu realmente queria telefonar para Edward, mas eu estava com medo que ele não atenderia ou pior ainda, que atenderia e a ouviria ao fundo. Optei por texto em vez disso.

Fico feliz que você esteja bem. Ligue-me se você puder. Estou pensando em você... e no chuveiro.

Eu fui para o meu quarto e comecei a ler um dos meus livros de conforto. Eu tinha o lido um milhão de vezes, mas era como se fosse a minha versão de chocolate. Não que Wuthering Heights* fosse um pacote edificante de alegria, mas eu adorei a história e ler sempre me trouxe uma sensação de calma.

*Wuthering Heights é o livro O Morro dos Ventos Uivantes, preferi deixar em inglês porque deu um charme a frase. rs

Não conseguia me concentrar, então eu decidi que iria ao Skype com minha mãe. Meu olho roxo tinha ido embora então ela não surtaria e imploraria para que eu mudasse para a Flórida.

"Ei, querida! Eu estava pensando em você. Phil e eu estamos jogando Scrabble* e eu sei como você ama esse jogo." Ela estava ótima. Estava bronzeada, e seu cabelo estava elegantemente cortado com luzes vermelhas.

*Scrabble é conhecido no Brasil como Palavras Cruzadas, umjogo de tabuleiroem que dois a quatro jogadores procuram marcar pontos formandopalavras interligadas.

Ela tende a esquecer que realmente estava vendo-a. Eles podem ter jogando Scrabble, em algum momento, mas minha mãe estava sentada no colo de Phil e estava pouco vestida para dizer o mínimo. Phil estava sem camisa, e eu podia ver que ele estava agitado... muito. Phil era um pouco mais jovem do que a minha mãe, mas ela também poderia se passar por minha irmã.

Eu ainda não consegui descobrir como minha mãe e meu pai alguma vez ficaram juntos. Talvez ela achasse o lado policial de Charlie quente. Quem sabe? Renée passa por tantas fases, tenho certeza que Charlie foi apenas uma delas.

"Como estão as coisas? Algum rapaz?" Ela estava lambendo os lábios e movendo-se no colo de Phil. Eu estava ficando tão enojada. Skype maldito. "Bella! Você está corando. Você está segura?"

Como eu disse Skype, maldito! Eu realmente não estava pensando em dizer a minha mãe que eu tive sexo quente no chuveiro. Perturbadoramente o suficiente, ela provavelmente começaria a realmente saltitar no colo de Phil.

"Hum, Renée, é claro que estou corando. Você está sentada no colo de Phil quase nua."

Eu continuei a dizer-lhe o básico sobre Edward. Ela estava feliz, para dizer o mínimo, e assim eu estava. Antes que ela pudesse oferecer-se para demonstrar quaisquer manobras sexuais que haviam encontrado recentemente para gozar, eu lhe disse que tinha que ir. Renée definitivamente estava em uma direção diferente. Eu a amava e tudo, mas era uma pessoa singular.

Eu voltei para o meu livro, e estava apenas começando a cochilar, quando meu celular vibrou.

Saudades de você. Não posso falar agora... mas eu desejo que estivéssemos no chuveiro.

Eu estava tão aliviada que ele me mandou uma mensagem de volta, mas eu não conseguia afastar o desconforto que sentia. Ele e Tanya tiveram sua história e apesar dele ter escolhido deixá-la, ainda era muito recente. Meu coração estava começando a doer conforme eu deixava minha mente vagar para um milhão de diferentes cenários.

Então eu deixei minha mente vagar para o sexo. Eu provavelmente morreria se nunca fizesse isso de novo, mas não havia nenhuma maneira que alguém iria comparar por estar com ele. O futuro da minha vida sexual estava em perigo e eu estava chateada. Eu não podia olhar para ele como um número perdido já que não havia nenhuma maneira que eu iria ficar com ele outra vez. Foi apenas totalmente a minha sorte que no dia que fizemos a façanha, ele fosse chamado para resgatar sua ex-namorada.

Eu peguei o meu computador e percebi que nada iria me colocar para dormir como olhar as crianças das pessoas no Facebook, de modo que foi exatamente o que eu fiz... por horas. Eu poderia dizer o nome de cada maldita criança, em que atividades elas estavam, e onde as suas festas de últimos aniversários foram. Eu estava cansada, sim, mas não o tipo de cansaço que era necessáriamente para dormir.

Minha curiosidade veio para mim, então eu pesquisei o restaurante italiano, e então eu li cada história que tinha sido postada sobre o incidente. Nenhum delas foram mais detalhadas do que o relatório de notícias. O restaurante tinha seu site próprio, então eu procurei, até que encontrei uma foto de Tanya, que foi contratada no mês de dezembro.

Eu ampliei em uma foto dela e a olhei fixamente. Então, eu não iria exatamente descrevê-la tão bonita, mas ela era definitivamente atraente. Talvez quente fosse uma palavra melhor, mas definitivamente nada simples. Eu fiz o que qualquer investigador faria... Entrei de volta no Facebook agora que eu tinha o sobrenome dela.

Busquei e eis que ela tinha uma conta. Não é de estranhar uma vez que todos tinham. Eu deveria ter tomado a porra de um comprimido para dormir para me salvar da tortura eu estava prestes a suportar.

O status de relacionamento da Sra. Tanya foi listado como 'em um relacionamento', e ela esqueceu-se convenientemente proteger sua privacidade. Não pude deixar minha curiosidade quando eu li sua informação. Agora sabia de todos os seus livros e filmes favoritos, onde ela estudou e quais eram seus hobbies. Eu era oficialmente uma stalker de internet.

Eu respirei fundo e mergulhei de cabeça em suas primeiras fotos. Essa garota tirou uma quantidade insana de fotos. Eu fui para um álbum chamado 'Edward' e queria vomitar. Havia mais de 200 fotos no álbum. Eu comecei a percorrer e realmente eu queria vomitar. Havia fotos deles no zoológico, em jogos de beisebol, na praia, em sua Harley*, na Academia do FBI em sua formatura quando ele foi nomeado, eles tinham fotos. Sem mencionar que a menina poderia ser modelo de biquínis.

*Harley Davidson são aquelas motos antigas muito bonitas por sinal. - www . ig10 img / fotos/ motos%20 harley%20 davidson%202 . jpg – (copie e cole o link na barra de endereços, juntem os espaços para ver a imagem.)

A pior parte era que ele parecia feliz. Ele estava com os braços em volta dela e até a beijava em alguns delas. Quando eu vi uma foto dela no chapéu Mariners que eu agora possuía, eu decidi que era hora de desligar o computador. Eu não tinha percebido até então, que haviam lágrimas silenciosas escorrendo pelo meu rosto.

Por que diabos eu estava tão curiosa? Eu ia chutar a bunda de Charlie na próxima vez que o visse. Foi mais uma prova de que eu era filha de meu pai. E, como tal, gostaria de aproveitar a noite para chafurdar nas minhas tristezas e enfrentar o amanhã, como se nada nunca tivesse acontecido.

Trabalho estava me ocupado como o inferno, e eu não estava com disposição para besteira. Eu fiz uma prisão no escritório, porque o teste de um cara deu positivo com maconha pela décima vez. Não é como se ele seria enviado de volta para a prisão por essa merda, então o melhor que eu podia fazer era mantê-lo preso por alguns dias.

Emmett estava trancado em seu escritório, preso em suas notas, e Jasper estava no campo. Eu podia ouvir a voz irritante de Newton, e fiquei feliz que o seu escritório era no fim do corredor. Eu definitivamente não estava no clima para suas idiotices.

Meu telefone tocou, e era Riley Xavier ligando para me dizer que ele conseguiu o emprego na Auto Zone*. Pelo menos alguém estava tendo sorte. Eu o interrompi quando meu celular tocou. Era Edward.

*Auto Zone é um varejista e distribuidor de peças de reposição e acessórios automotivos.

"Ei linda." Ele estava praticamente gritando. "Você está no escritório?"

Ele parecia cansado, mas ansioso.

"Yep. Como você está?" Eu estava tentando soar normalmente e não pensar na cadela do meu passado. Bem, tecnicamente, era o contrário, mas tanto faz.

"Ei, eu preciso de um favor. Emmett está atarefado, e eu preciso entrar no apartamento do cara. Achamos que ele pode ter roubado um banco ontem, antes do restaurante, e nós precisamos fazer uma busca. Você pode vir conosco, para não precisarmos obter um mandado?"

"Claro." Foda-se, eu estava super ocupada, mas não havia nenhuma maneira de recusar seu pedido.

"Tudo bem, eu vou buscá-la fora do seu escritório."

Nós como oficiais de honra, poderíamos fazer buscas sem mandado de residência de um ofensor. Outras agências de polícia nos amaldiçoavam por causa disso. Nós não nos importávamos, desde que nos levasse para fora do escritório.

Eu estava nervosa, mas ansiosa para vê-lo. Eu assinei minha saída com Irina e disse a Emm o que eu estava fazendo. Ele estava chateado porque não poderia ir, mas parecia que ele estava arrancando seu cabelo fora. Desejei-lhe boa sorte e dirigi-me a porta.

Edward e Yorkie estavam me esperando na calçada. Meu namorado tinha sobre os olhos os óculos de aviador mais incrível, e seu cabelo era habitual 'loucura fora de controle'. Quando ele me viu, ele pulou para fora do carro e passou os braços em volta de mim. Fiquei aliviado para dizer o mínimo. Seus braços eram exatamente o que eu precisava para se livrar das imagens que foram gravados em meu cérebro. Ele parecia incrível em seu colete à prova de balas do FBI. Era uma visão para fora dos filmes.

Ele esfregou seu rosto no meu cabelo, inalando. "Mm, você sempre cheira tão bem."

"Eu tomei um monte de chuveiradas ultimamente," eu disse com um sorriso.

"Eu estive pensando no chuveiro... com você... todos os dias", ele sussurrou enquanto me ajudou a entrar no carro.

No caminho do apartamento, os caros me encheram sobre assalto ao banco. O vídeo e a descrição do ladrão igualaram com a do cara do restaurante. Eles esperavam encontrar alguma prova em sua residência. Ele também era considerado ser um membro da minha eternamente amada Riders End South*. Fantástico-pra-caralho. Pelo menos eu sabia que cara não iria me incomodar.

* Riders End South é uma escola.

Nós fomos até um pequeno prédio de apartamentos que estava coberto de pichações de gangues. Havia o grupo habitual de arruaceiros pendurados em volta da frente dele; fumando o que provavelmente era maconha, e bebendo cerveja de sacos de papel. Era o meio dia merda. Eles se espalharam como ratos do campo quando nos viram.

Subimos quatro lances de escadas para chegar ao apartamento e eu estava sem fôlego como o inferno. Eu estava tentando recuperar o fôlego, mas também tentando ainda mais difícil não deixar Edward ver como embaraçosamente fora de forma que eu era. Nós chegamos à porta do apartamento e eu podia ouvir ruído no interior. Edward assumiu a liderança e começou a bater na porta.

Um garoto adolescente abriu a porta vestindo South End Rider autografada, segurando uma garrafa de 40 ounce bottle of Colt 45*. Podemos dizer gueto?

*40 ounce bottle of Colt 45 é um tipo de cerveja com alto teor alcóolico.

"É a Po Po!" ele gritou quando ele se virou e correu para dentro.

Os três de nós tiraram nossas armas e invadimos. Um caos em massa estava em erupção devido a nossa chegada. Alguém correu para o banheiro e podíamos ouvir o som da privada, e outro cara estava tentando espremer-se através de tele janela.

"Ninguém se mova!" Yorkie gritou, enquanto puxava o homem da janela.

Ele colocou o cara da janela no chão e o algemado, enquanto Edward flagra o do banheiro. Levantei-me com minha arma apontada para os outros dois. Edward arrastou o cara para fora do banheiro por sua camiseta branquíssima, jogando-o no chão e batendo as algemas em seus pulsos.

O cara banheiro me parecia familiar, e como ele estava olhando para mim, eu sabia que eu o reconheci do incidente no parque. Ele me chamou de 'cadela', o que só fez seus punhos algemados apertar mais graças ao Edward.

Os outros dois foram algemados e que era hora de procurar no apartamento. Yorkie ficou com o grupo algemado e Edward fez sinal para me levar à sala de estar.

Deparei-me com algumas escutas baratas e um par de ligações, que realmente não era surpreendente, considerando onde estávamos. Havia garrafas de cerveja espalhadas por todo lado, juntamente com caixas de pizza vazias. Eu tive que resistir ao impulso de arrumar. Eu continuei olhando ao redor para qualquer tipo de evidência, mas estava vazio.

Fui até o armário do corredor e estava abrindo a porta, quando ouvi Edward gritar 'grande prêmio' do quarto. Eu ouvi um barulho atrás de mim, e quando eu voltei para o armário, algo, ou devo dizer a alguém, bateu direto para mim. Nós estávamos no chão lutando e ele estava tentando fugir. Eu segurei o tornozelo do cara como se fosse uma vida e fiquei horrorizada quando percebi que a minha arma não estava mais na minha mão. O tornozelo de merda que eu estava segurando foi anexado a um pé que estava me chutando. Eu fiz o que qualquer pessoa inteligente, bem, talvez eu devesse dizer menina, iria fazer e comecei a morder.

"Ai, porra! Eu me entrego, apenas PARE DE ME MORDER!" O lutador gritou.

Eu testava em cima de suas costas e o algemando como o diabo. Além disso, o filho da puta quase me deu um ataque cardíaco.

Eu rolei por cima dele e senti uma onda de decepção me abater. Era o desgraçado Riley Xavier, e ele estava usando a camiseta branca autografada.


Bella curiosa e futricando a conta da Tanya, ai moça não faz isso, ele ta com você :( Mas essa dai também né, cadê o desapego? Pra que deixar as fotos dele tudo lá? hunf* O que o Riley estava fazendo ali? Aiai, caçando problemas lol

Obrigada pelas reviews!

Volto em breve

Beijos

xx