DADDY'S LITTLE GIRL

Disclaimer: Twilight e seus personagens pertencem a Stephenie Meyer, mas a história de DLG é minha.

Sinopse: Bella segue as regras e os sonhos que nunca foram dela, até que um certo garoto lhe mostra que a vida vai muito além das regras dos pais. "Porque a garotinha do papai agora é a minha garota."


Capítulo 4

EPDV

Os dias passaram rapidamente, e quando percebi minhas duas primeiras semanas na escola já tinham passado. Eu ficava cada vez mais próximo de Bella. Comecei a vê-la diferente do que apenas um desejo, ela era legal, engraçada, tinha uma cabeça boa, era inteligente e não ficava tentando jogar seus peitos na minha cara.

Hoje seria a primeira vez que eu iria na casa dela. Estávamos fazendo um trabalho sobre O Mercador de Veneza, e ela disse para fazermos lá. Eu não iria recusar, é óbvio.

Além de Bella, tinha ficado amigo de Jasper, Emmett e Mike, também de Alice, Rosalie e Jane. Na hora do almoço, Tanya já não tentava mais dar em cima de mim, Jéssica ficava fuzilando Mike e Jane com o olhar. Irina tinha feito novos amigos e quase não sentava mais na mesa, e Riley praticamente ignorava a minha existência. Não que me importasse.

Estava descendo as escadas quando Carlisle entrou em casa puxando sua mala. Ele tinha viajado no dia que comecei a ir para as aulas e só voltou hoje. Eu não entendia o que ele tanto fazia nessas viagens, mas também não queria saber.

- Oi Edward - ele disse, parando na minha frente, o que me obrigou a parar e falar com ele, coisa que eu não estava querendo fazer.

- Oi pai. Vou sair, tenho que fazer um trabalho - falei, já querendo sumir dali.

- Espere, eu não te vejo tem duas semanas, pensei que poderíamos sair para jantar e conversar, como pai e filho.

- Se não nos vemos a duas semanas, com certeza a culpa não é minha. E para termos uma conversa de pai e filho nós deveríamos ter uma relação de pai e filho, coisa que não temos. Agora se me der licença, eu preciso ir - Carlisle apenas me olhou com uma expressão meio triste, mas ignorei e saí.

Simplesmente não suportava meu pai e esses momentos dele. Ele sempre fez isso, desde que me lembro, meu pai viajava e quando voltava queria ter momentos de pai e filho, se entender com a minha mãe. Hoje em dia não a culpava por ter acabado ficando com outro cara, ela não tinha um relacionamento com meu pai havia muitos anos.

Peguei minha moto e fiz o caminho até a casa de Bella. Depois de passar tardes andando por aí, já sabia mais ou menos por onde ir. Miami era uma cidade legal, estava me acostumando com ela, e claro que Bella tinha tudo a ver com isso.

Não levei muito tempo para chegar em sua casa, que era incrivelmente grande. Mas não é como se cada casa por aqui não fosse, ou eu não morasse em uma propriedade grande também. Percebi que tinha um segurança na entrada em uma cabine escura, isso era novidade para mim. Talvez os pais dela fossem pessoas muito importantes.

Depois de passar o meu nome e ele confirmar que eu tinha acesso a casa, ele liberou o portão. Entrei com a minha moto e estacionei atrás de uma ferrari prata que eu posso ou não ter cobiçado. Não querendo ser mal educado, apesar de Bella estar me esperando, toquei a campainha e logo a porta foi aberta por Bella que estava incrivelmente fofa usando um avental com vários desenhos de cupcakes.

- Edward! - ela disse meu nome com um sorriso radiante. - Entre, estou terminando de montar a torta de maçã. - Entrei e a acompanhei até a cozinha onde tinham duas formas que estavam prontas para receber o recheio. - Sente-se que eu já estou terminando.

- Não precisa ter pressa - sorri para ela, sentando em uma das cadeiras do balcão.

- Quer beber alguma coisa? Água? Suco? Refrigerante?

- Aceito água, por favor.

Ela pegou uma garrafinha na geladeira e eu agradeci. Observei ela colocar o recheio nas formas com atenção. Ela parecia apreciar o que estava fazendo.

- Você gosta de cozinhar? - perguntei, para quebrar o silêncio que ficou na cozinha.

- Sim, gosto. É algo que me faz ficar calma, é como uma terapia. Você cozinha?

- Não muito, eu sei me virar se necessário, mas não sou do tipo que sabe fazer pratos elaborados e tudo isso - ela sorriu terminando de cobrir a segunda forma de torta.

- Não é tão difícil, exige apenas dedicação - Bella disse enquanto abria o forno e colocava as formas la dentro. Depois colocou o que usou na lava louças e guardou outras coisas na geladeira. - Pronto - ela desamarrou seu avental e eu quase amuei por ela estar tirando. Ela estava realmente muito fofa.

Bella me pediu para acompanhá-la até a sala de tv, onde ela já tinha separado o livro e a lista de perguntas que deveríamos responder. Eu tinha lido o livro durante a semana, apesar de não ser do meu gosto, não iria deixar Bella fazer tudo sozinha.

- Ai, esqueci meu celular na cozinha, vou lá buscar - ela disse antes de sair da sala. Aproveitei esse tempo para ver algumas fotos que estavam na parede.

Percebi que em muitas delas tinha uma garota que não parecia muito com a Bella, tinha os cabelos castanhos, mas não como os dela e seus olhos eram de um azul claro. Vi algumas fotos do que parecia ser uma Bella criança com seus pais e essa garota. Bella tinha uma irmã?

Em algumas fotos estava Mike, ou achei que era, já que era uma criança que se parecia com ele, e poucas fotos depois que ele já estava na adolescência. Quando Bella voltou para a sala, me afastei dos quadros e sentei ao lado dela no chão, onde ela tinha colocado algumas almofadas confortáveis. Não me segurando de curiosidade, lancei a pergunta.

- Desculpe minha curiosidade, mas quem é a outra garota nas fotos na parede? - percebi que os olhos de Bella ficaram um pouco tristes antes dela responder.

- É a minha irmã - respondeu, desviando o olhar para o colo. - Ela... ela morreu tem quatro anos.

- Sinto muito, não deveria ter perguntado - me desculpei, chutando minha bunda mentalmente.

- Tudo bem, é só que foi tudo muito difícil para todos nós.

- Eu imagino. Mas eu não quero te deixar triste, vamos começar o trabalho e falar de coisas animadoras - sugeri e ela assentiu, sorrindo em seguida.

Começamos a responder algumas perguntas e não eram tão fáceis como imaginei, mas com o auxílio do livro conseguimos fazer boa parte das questões até Bella ter que ir tirar as tortas do forno. Ela foi até a cozinha e eu fiquei na sala, olhando o restante do trabalho.

- Hey cara - Mike entrou na sala, e sentou no sofá. - Urgh trabalho - eu ri e deixei a lista de perguntas de lado.

- Precisamos entregar isso segunda, então quanto antes melhor. E você, o que estava fazendo?

- Ah, eu estava malhando um pouco... morar com a Bella e comer as coisas que ela prepara exige que eu passe algum tempo perdendo calorias - ele disse rindo e percebi que Bella tinha entrado na sala e lançou um olhar feio para ele.

- Você come porque quer, e não malha por culpa das coisas que eu faço - ela voltou a sentar ao meu lado.

- Eu amo tudo o que você faz, priminha - ele bagunçou o cabelo dela, o que a fez grunhir irritada. O que eu achei adorável.

- Para com isso, Mike, ou não vou deixar você comer da torta de maçã - ela o ameaçou e ele parou de rir na hora.

- Desculpe, mas você não pode privar um homem da sua torta de maçã.

- Então se comporte. - Ela realmente era adorável com as bochechas vermelhas e irritadinhas. O que me fez ter vontade de poder brincar com ela para irritá-la, e talvez depois acalmá-la com um beijo... balancei um pouco a cabeça para afastar esses pensamentos por agora.

- Você vai em alguma academia aqui por perto? - perguntei ao Mike que estava quase fazendo um bico pela repreensão de Bella.

- Não. Nós temos uma academia aqui em casa, eu malho aqui mesmo, ou às vezes combino com Emmett e Jasper e vou para a casa de um dos dois.

- Oh sim, é que eu queria encontrar uma academia legal por aqui. Apesar de a casa onde eu moro ser grande, meu pai nunca montou uma academia, acho que ele nunca pensou ser necessário.

- Você pode vir malhar aqui. - E me surpreendi porque a oferta não veio de Mike, e sim, de Bella. - A academia montada aqui é ótima, apenas eu e Mike usamos. Vocês podem combinar horários e sinta-se livre para usar. Eu malho em horários diferentes, porque tenho um personal e apenas três vezes por semana.

- Eu realmente não quero incomodar - falei, mas estava animado para poder malhar por aqui e ficar mais próximo da Bella.

- Não é incômodo, Edward - ela disse sorrindo para mim. Talvez, quem sabe, eu possa ver os horários que ela malhava e aparecer assim como quem não quer nada. Apesar de que ela disse que tem um personal e isso poderia atrapalhar meus planos de ficar perto dela, ou pelo menos ficar de olho em seus movimentos enquanto ela malha. Hum, devem ser hipnotizantes.

- Eu acho que a ideia é boa - Mike disse. - É legal ter alguém ali na hora de malhar, conversar e tal.

- Certo, eu vou pensar sobre isso. - Na verdade eu não precisava pensar, já sabia bem o que queria.

- Agora suba para tomar um banho, Mike. Você vai deixar o sofá todo sujo com seu suor - Bella mandou e ele obedeceu. Creio que ele estava com medo dela ameaçar tirar torta dele novamente.

Fizemos mais alguns exercícios e quando estávamos quase terminando, Mike voltou, mas não ficou na sala. Disse que iria pegar algo para comer, e Bella gritou falando que se ele tocasse na torta, ela ia arrancar os dedos dele. Ela era bem feroz quando ficava irritada. E linda.

Terminamos nosso trabalho e eu quase estava chateado com isso. Tinha gostado de passar essas horas ao lado dela, sentindo o seu perfume, o calor da sua proximidade, tocando sem querer sua mão, seu braço, encostando meu joelho no dela. Era bom, eu nunca tinha sentido coisas como essa estando perto de outras garotas.

- Você quer torta? - ela perguntou quando tinha terminado de arrumar as coisas.

- Claro, por favor - respondi e fomos para a cozinha. Mike na verdade não tinha pegado nada para comer, estava sentado mexendo no celular e eu juro que o rosto dele se iluminou quando a Bella pegou a torta que ela tinha deixado esfriar e alguns pratos.

- Edward, quer a sua torta com sorvete? Tem de creme, creme com passas, flocos, chocolate... - ela perguntou enquanto abria a porta de cima da enorme geladeira.

- Pode ser com sorvete de creme.

- Eu também quero com sorvete de creme - Mike se pronunciou e ela bufou.

- Como se você precisasse avisar, Mike, eu sei - ele sorriu e eu percebi que ele realmente fazia isso para irritá-la. Os dois se tratavam como irmãos. Eu sabia que Mike morava em sua casa porque seus pais morreram e sua tia, no caso a mãe de Bella, tinha ficado como guardiã legal dele. - Aqui está - ela disse passando um prato para cada um de nós. - Querem beber o que?

- Eu quero leite, por favor, prima linda - Mike pediu e ela foi até a geladeira.

- E você, Edward? - ela perguntou.

- Pode ser leite também, por favor.

Ela colocou leite em três copos, entregando os nossos, depois pegou seu próprio prato para sentar ao meu lado, fato que comemorei internamente, e comer da torta. Ao provar o primeiro pedaço, entendi toda a empolgação de Mike e o fato de ele ja ter devorado três garfadas da torta. Era incrivelmente boa.

- Meu Deus, Bella, essa é a melhor torta de maçã que já provei na vida. E olha que eu já comi de vários lugares desse país - Bella riu e o olhar que ela me deu foi lindo. Ela parecia orgulhosa do que fez e feliz pelo elogio.

- Obrigada, essa é uma receita antiga, da minha bisavó, que passou para a minha avó e pulou uma geração porque minha mãe e panelas não combinam.

- Espere até provar as asas de frango com molho e pegajosas que ela faz. Melhor ainda, você pode prová-las hoje - Mike disse depois de literalmente raspar o seu prato. Ele comia incrivelmente rápido. - Jasper e Emmett vão passar a noite aqui assistindo o jogo do Tampa Bay vs. New Orleans. Vamos comer algumas coisas bem gordurosas, xingar alguns jogadores e falar bobagens.

- Sim, Edward, você poderia ficar e assistir ao jogo. Eu vou fazer muitas asinhas e alguns sanduíches. Não que eu vá sentar e assistir junto, vou ficar com as meninas no quarto resolvendo coisas do baile - Bella disse sorrindo. Era difícil negar.

- Claro, parece que vai ser legal.

- Você vai amar as asinhas e os sanduíches que ela faz, na verdade até hoje eu nunca provei algo que a Bella fez e que era ruim. Ela tem um dom natural para a culinária.

- Para, Mike. Eu apenas sigo receitas - suas bochechas estavam coradas novamente, mas dessa vez percebi que não eram de raiva, parecia ser de vergonha.

- Nem sempre, o molho das suas asinhas, por exemplo, você criou com base em outra. Não seja modesta, Bella, você sabe que o que eu falo é verdade.

- Urgh, tudo bem. Eu vou subir para levar as coisas do trabalho para o quarto e depois vou começar a preparar os lanches. É melhor eu ter algumas asinhas prontas quando o Emmett chegar.

- Se precisar, eu posso te ajudar - ofereci.

- Não precisa, mas obrigada - ela sorriu e eu retribuí, olhando ela sair da cozinha. Era difícil, talvez impossível, não olhar para sua bunda bonita.

Ouvi um pigarro e desviei o olhar, olhando pra Mike que tinha um sorriso malicioso. Certo, ele percebeu que eu estava secando a bunda da prima dele, alguém que tinha um namorado. Ele riu, e levantou me chamando para ir até a sala, sem comentar nada sobre o que tinha acabado de perceber. Estranho que ele não parecia irritado, nem nada do tipo.

Assistimos a um canal de esportes que estava comentando sobre outros jogos da liga, e eu realmente não estava muito animado com isso. Os minutos passaram e Bella não tinha aparecido na sala, o que me fez pensar no fato de que ela estava sozinha na cozinha e eu poderia estar com ela, observando-a com aquele avental fofo e quando pudesse, a sua bunda bonita. Cheguei a cogitar a hipótese de ir beber água e ficar por lá, mas meus planos foram frustrados com a chegada de Emmett e Jasper.

Depois de alguns cumprimentos, todos sentaram e começaram a falar sobre o jogo que iria começar em pouco tempo. Bella apareceu, para a minha felicidade usando seu avental lindo. E ela estava com um prato cheio de asinhas que pareciam deliciosas. Ela mandou Mike acompanhá-la para buscar bebidas, guardanapos e recipientes para cada um colocar os ossos das asinhas, porque ela não queria molho e nem nada disso sujando a casa.

- Bella é uma ótima cozinheira - Emmett comentou se segurando para não pegar uma asinha, já que Bella tinha mandado ninguém tocar ou iriam ficar sem nada. - Mas ela é bem paranóica com esse lance de organização.

- Ela não quer que fique sujo, eu entendo ela - Jasper disse, encolhendo os ombros.

- Claro que entende, você tem uma irmã, entende de mulher mandona - Emmett respondeu, rindo.

- Quer que eu conte a ela sobre isso? Tenho certeza que minha irmã também manda em você - o comentário de Jasper fez Emmett parar de rir e ficar meio pálido.

- Só estava brincando, não conte para a Rose - ele disse, meio apavorado, o que fez Jasper rir.

Logo Mike voltou com refrigerantes, e as coisas que a Bella mandou. Quase fiz um bico por ela não ter vindo também, mas não foi necessário já que ela apareceu na sala com mais uma travessa de asinhas e outra cheia de mini-sanduíches de frango ou carne com bacon, queijo e molho barbecue. Assim que o jogo começou, eu prestei atenção na tv, mesmo que eu não fosse fã da liga de futebol americano, era bom para diversão.

Durante o primeiro intervalo ouvi vozes femininas, mas nenhuma das garotas passou pela sala, o que me fez pensar que todas foram direto para o quarto de Bella e iriam organizar as coisas do baile. Comprovei que as asinhas que a Bella fazia eram mesmo deliciosas e grudentas, o molho era algo que eu nunca tinha provado em outro lugar. Os sanduíches também estavam ótimos. Mike estava certo: ela tinha o dom para a culinária.

Quando estava no segundo intervalo, resolvi matar a curiosidade de algo que estava na minha cabeça desde que os garotos chegaram. O fato de que Riley não estava aqui e nem foi citado por nenhum deles.

- Por que o Riley não veio assistir jogo com vocês?

- Porque Riley é um babaca e idiota - Mike respondeu fazendo uma careta. Eu não pude resistir e soltei uma risada.

- Você parece não gostar dele - comentei.

- Ninguém gosta dele - Emmett disse. - Além da Bella e da Jéssica, porque é a irmã dele. E os outros babacas da escola porque estão no time com ele.

- Tenho palpite de mais algumas que podem gostar dele - Jasper disse, rindo. - Mas não é o tipo de assunto que eu posso entrar em detalhes. Sim, ninguém gosta dele.

- Eu na verdade não sei o que a Bella vê nele - Mike disse falando um pouco mais baixo, talvez com medo de Bella aparecer e ouvir. - Bella sabe minha opinião sobre esse namoro dela e eu tento avisá-la, todos os dias, que isso não é o que ela merece ou quer. Mas minha prima tem cabeça dura, ela se acostumou com a comodidade do relacionamento com Riley, então prefere ficar com o que tem do que correr atrás de alguém melhor.

O olhei bem surpreso por suas palavras. E também esperançoso, se o namoro de Bella não era tudo isso que aparentava, poderia ser mais fácil conquistá-la.

- Edward, vou ser sincero aqui e não pense que estou querendo forçar uma situação entre você e a minha prima. Mas eu vi o modo como você olha para ela, e ela também se comporta de modo diferente na sua presença, mesmo que ela não perceba. Nas duas semanas que você está aqui, já percebi que você é um cara legal e que poderia ser melhor para ela do que o Riley. Eu realmente quero que a Bella encontre alguém que ela realmente seja apaixonada, ela pode até gostar do Riley, mas não é apaixonada por ele - depois disso todos ficaram em silêncio e eu não sabia o que dizer. Mike voltou a falar. - Mas eu também não quero que ela seja apenas um objeto para brincadeiras. Então se você gostar dela, se sentir algo por ela e quiser ficar com a Bella, tenha certeza dos seus sentimentos. Por mais que eu queira que a Bella termine com o Riley, eu não quero que ela se machuque. - O jogo já tinha voltado, e ninguém realmente prestava atenção. Emmett e Jasper estavam concentrados na minha reação as palavras de Mike, eles eram amigos de Bella e com certeza queriam o melhor para ela.

- Eu não sei se estou no caminho de uma paixão ou algo assim - respondi, coçando a nuca, um pouco sem palavras. - Mas eu gosto da Bella, ela é uma garota bonita, inteligente, divertida, alguém legal para se passar o tempo e com o passar do tempo, quem sabe, eu poderia sentir algo mais por ela. Só que ela namora, eu não posso fazer nada contra isso.

- Claro que pode. - Agora foi Emmett quem falou. - A conquiste aos poucos. Se o que Bella tem com Riley não é o suficiente para ela, ela vai perceber que tem alguém melhor interessado nela. Mas como Mike disse, tenha certeza que goste dela antes de fazer algo, porque se você quebrar o coração de Bella, eu quebro a sua cara - ele falou sério e eu assenti.

Voltamos a assistir o jogo e eu fiquei com aquelas palavras na minha cabeça, pensando sobre o fato de ninguém gostar de Riley, deles descaradamente aprovarem que eu conquiste a Bella e o que eu poderia fazer para conseguir isso.

Alguns minutos depois, Alice entrou na sala e pediu algo para Jasper, que eu não prestei atenção. Ela me deu um olhar estranho e eu franzi a testa, como ela não falou nada e saiu, apenas dei de ombros.

O jogo não demorou para terminar e depois começou um programa para comentarem sobre os lances e tudo o que aconteceu. Conversamos um pouco sobre isso, até Mike falar sobre o que falamos da academia, combinamos de na segunda usarmos a academia daqui mesmo. Torci internamente para que Bella estivesse aqui quando eu viesse, e claro, sem o namorado.

- Hey meninos, querem torta? - Bella apareceu na sala, junto com as outras garotas. Foi impossível parar o sorriso nos meus lábios apenas ao vê-la.

- Eu vivo por essa torta, Bella - Emmett disse já se levantando e indo em direção a cozinha.

- Melhor vocês irem, ou ele vai comer tudo - Rose avisou, e todos tomaram seu caminho para a cozinha. Quando eu também o estava fazendo, Alice me puxou pelo braço de volta para a sala.

- Preciso falar com você - ela disse, enquanto olhava para fora, tendo certeza de que todos saíram.

- Pode falar. - Sentei no sofá novamente, e ela parou na minha frente.

- Eu posso sem querer ter escutado a conversa que você e os meninos estavam tendo sobre você, Bella e Riley - abri os olhos um pouco surpreso. Uma das melhores amigas dela iria me dar um sermão sobre ficar falando da sua amiga comprometida, e isso poderia dificultar os meus planos.

- Alice, desculpe, eu não-

- Espere eu terminar de falar, Edward - ela me interrompeu, sorrindo de um jeito um pouco assustador. - Eu não ia repreender você ou algo assim, pelo contrário. Concordo com os meninos, e principalmente com o fato de que ninguém próximo da Bella gosta do Riley. Digo, amigas de verdade, não estou contando Tanya e Irina aqui - ela fez uma careta e eu ri. - Bella não é apaixonada pelo Riley e eu acho que você deveria tentar conquistá-la. Não acho que vá ser muito difícil. - Pela sua risada parece que ela está escondendo algo. - E também digo o mesmo que Mike, só tente ficar com a Bella se você realmente gostar dela. Não quero que a minha amiga seja apenas uma conquista do garoto novo. Posso ser pequena, Edward, mas não queira me ver irritada, entendido? - nesse momento ela realmente me deu medo.

- Entendido - disse engolindo em seco. Era um pouco assustador ter uma garota te ameaçando.

- Agora vamos, antes que a Bella perceba que estamos demorando demais.

Na cozinha, Emmett devorava o pedaço de torta mais rápido do que Mike. Era como se ele dependesse do doce para viver. Bella me ofereceu um pedaço, mas recusei por estar muito cheio depois de tanta coisa que comi. Duvidava que comeria algo hoje.

Encostei no balcão, tentando observar Bella discretamente enquanto ela comia da torta. Ela conversava com Alice e Rose, conscientemente ou não, tirava o garfo lentamente da boca, lambia o doce que ficava no talher ou sua língua rosada pegava algo que ficava nos seus lábios. Estava ficando um pouco difícil de assistir. Jasper e Emmett estavam falando sobre combinarmos de assistir o jogo de daqui duas semanas na casa de um dos dois, já que no próximo final de semana era o baile. Fiquei um pouco amuado por não ser aqui novamente, eu adoraria ver Bella em seu avental outra vez, mas acabei concordando com eles.

Depois que todos já tinham devorado a sobremesa, voltamos para a sala, mas não demorou muito para começarem a ir embora. Primeiro Jane se despediu e Mike foi atrás dela até o seu carro. Depois Emmett e Rose saíram. Como eu não queria ser o último a ir embora, ou impor minha presença, decidi ir quando só restavam Alice e Jasper.

- Já está na minha hora - eu disse levantando e um pouco triste por saber que ficaria amanhã sem ver a Bella.

- Espera, Edward. Vem que eu vou te dar algo - Bella disse, me puxando pela mão até a cozinha. Confesso que foi agradável sentir sua mão pequena e quentinha na minha.

Ela pegou três pedaços da torta e colocou em uns recipientes de papel. Arqueei a sobrancelha e ela riu explicando que tinha essas caixinhas porque às vezes ela gostava de fazer tortas e levar para a escola.

- Agora você tem torta para um lanche da madrugada - ela piscou e eu sorri enquanto peguei as caixinhas.

- Obrigado, Bella. Por tudo - Bella mordeu os lábios levemente, com as bochechas rosadas.

- Não é nada - ela disse com seu jeito fofo, e eu estava morrendo de vontade de abraçá-la e beijá-la. Mas eu não podia fazer isso, por enquanto.

Voltamos para a sala, e me despedi de Alice e de Jasper. Bella me acompanhou até a minha moto, e com um rápido beijo em sua bochecha, o qual ela retribuiu, nos despedimos. Eu mal via a hora de segunda chegar, e poder sentar ao seu lado novamente, sentir seu perfume gostoso e admirar sua beleza encantadora.


N/B: Ai esse Edward é um lindinho. Sinto maior vontade de colocar ele num potinho quando se trata dos pais dele. Parece que o Carlisle realmente quer tentar ter algo... espero que ele consiga. Agora sobre esses dois lindos... tão fofos e ainda nem estão namorando! Imagina quando o relacionamento começar? Vou derreter na fofura! Então comentem para que esse momento chegue logo, uh? Beijos, beijos. Friida.


Hello gente! Espero que tenham gostado do capítulo. Já está bem claro que Riley não é dos mais queridos, e que já se tocaram do interesse do Edward na Bella. O conselho dos meninos e da Alice é bom? Ele deve mesmo tentar conquistar a Bella? Mas a questão é, será que ela vai se deixar ser conquistada assim tão fácil?

Eu demorei mais do que queria com esse capítulo porque logo depois que postei o anterior eu fiquei doente, passei 15 dias gripada e depois que a gripe foi embora, eu peguei uma virose no final de semana, estou bichada haha. Isso acabou com todos meus planos de junho, então espero até o final do mês posta postar nas outras fics que eu escrevo, já que esse era o meu plano do mês passado.

Obrigada pelos comentários, estou muito feliz com a resposta de vocês, isso me incentiva muito!

PREVIEW

Quem quiser preview (e não tiver conta) deixe seu e-mail substituindo os simbolos por nomes, da seguinte forma: daddys(underline)fanfic(arroba)blablabla(ponto)com

Beijos

xx