Contos de fadas são sempre distorcidos

Havia flores, um beijo e um garoto em sua mente, mas aquilo não era uma história de amor, pelo menos não uma que ela gostaria de ser parte. Havia mágica, morte e um homem sombrio em sua jornada como nos contos de fadas, Lydia nunca quis que sua vida fosse como um conto de fadas nem mesmo quando ela era uma menina, isso porque ao contrario da maioria ela realmente tinha lido contos de fadas ao invés de ver as versões leves e açucaradas da Disney.

Nos contos de fadas até mesmo os finais felizes são distorcidos, Branca de neve acaba com seu príncipe encantado e faz a sua madrasta má dançar em seu casamento usando sapatos de ferro levados a brasa, a pequena sereia não pede apenas a sua voz por seu príncipe mas também sua vida se transformando em espuma do mar quando o dia amanhece, Cinderela se casa com um homem que só conhece há um dia pelo desespero de fugir de sua vida de servidão, Bela se apaixona por aquele que é seu captor, com pequenos atos de gentileza conseguindo ter mais relevância do que a feiura de sua face. Em contos de fadas coisas belas são as que tem a maior probabilidade de te machucar, fadas são sociopatas que te levam para bailes em outro mundo e te devolvem anos depois, mexendo com a sua mente apenas para o seu próprio divertimento.

Nos contos de fada originais a heroína sempre sofre antes de encontrar seu príncipe, sempre há sangue , sexo e sujeira, inocência e corrupção tudo ao mesmo tempo, as vezes escondido por entre o subtexto e outras vezes explicito enquanto o monstro interage com a heroína, ou quando a heroína vai atrás do monstro, ela já tinha lido esses também, existem garotas que vão para dentro da floresta escura com um propósito, algumas garotas não querem ser salvas. E em contos de fadas não a nenhuma garantia que um príncipe encantado vai vir na sua história no final, tudo que há e tudo que se pode esperar em algumas é o grande lobo mau.

Obrigada por ler, reviews são sempre apreciadas.