Uma fanfic Naruto

Classificação etária da fic: M

Não contém spoilers/ UA

Shipper: Sasuke & Sakura

Gênero: Romance/Humor/outros

Disclaimer: O Naruto não é meu.

Autora: KrAzI JaY

Tradutora: K. Hime.

Do original de mesmo título.

Sinopse: Todos os casais de Konoha recebem uma ordem de frequentarem à terapia de casais. Será que Sasuke irá seguir o 'conselho' do psicólogo? E como diabos eles vão sobreviver a um mês inteiro fazendo essa droga? !

Notas da Tradutora: Galera, eu iria começar as postagens de TLME somente a partir de 2013. Mas aí as senhoritas curtiram tanto (e votaram no poll) e caraaaa eu fiquei tão feliz com a aceitação de vocês, que iremos ter mais capítulos da fic ainda esse ano ;D


.

.

The Longest Month Ever

O mês mais longo de todos

.

.


07:00 da noite: Uma semana após a segunda sessão


O casal, ainda não casado, colocou-se em lados opostos da cama de casal dos Uchiha, olhando um para o outro, tentando desesperadamente pensar em nada mais nada que a outra pessoa do lado oposto da cama, mas falhando miseravelmente. Sakura soltou outro longo suspiro.

- Sasuke? - chamou.

- O quê?

- No que está pensando? - perguntou, fazendo um cachinho em uma mecha de seu cabelo.

Sasuke soltou um suspiro frustrado ... ou foi um grunhido? - Você não vai querer saber. - respondeu.

Sakura soltou outro suspiro.

- Por que diabos estamos ouvindo este maldito médico? - Sasuke perguntou, principalmente para si próprio.

Sakura apoiou-se sobre um cotovelo. - Porque, Tsunade ordenou que todos nós fizessemos isso! E nós temos que fazer o que o médico acha que vai nos ajudar.

Sasuke franziu as sobrancelhas. - Nós não precisamos de ajuda.

E ela prosseguiu.

- Bem, o Dr. Hikaru pensa que precisamos! Quem sabe, talvez ele consiga nos ajudar. - Sakura disse com uma voz positiva, olhando para o teto.

Sasuke bufou com isso. - Droga de médico que não sabe o que é bom, nosso relacionamento é bom, e nós não fazemos isso tantas vezes assim. - Sakura virou a cabeça para seu namorado, dando-lhe um olhar que dizia 'você está brincando comigo, certo?' . Sasuke notou e tentou ignorar, mas falhou.

- Ok, talvez até façamos. Mas isso nunca causou problemas antes. - Ele respondeu simplesmente. Sakura suspirou, novamente. esse ia ser um longo mês, de fato.

.

.

Agora todos vocês estão se perguntando que droga é essa ...

.

.


Uma semana atrás, há dois dias


"Ne ne, Sakura-chan. Sasuke teme! Vocês estão aqui pelo que Tsunade mandou fazer , aquela terapia de casais?" Naruto perguntou, lambendo os beiços sujos de Ramen. Sakura deu-lhe um tapa na cabeça por ter sido tão rude.

"Claro que estamos, mas isso é tão estúpido! Por que nós precisamos de aconselhamento?" Sakura gemeu. Sasuke sentou-se, em silêncio, como sempre, mas pensando a mesma coisa.

"Não sei! Ouvi dizer que era algo sobre 'Para podermos trabalhar melhor" ou algo assim! Eu não tenho que me preocupar de qualquer forma! Meu relacionamento com Hinata vai muito bem! " Naruto disse feliz.

"Ne, quando é a sua primeira sessão?" Naruto perguntou, já em sua terceira tigela de Ramen.

Sakura soltou um suspiro antes de responder. "às três". disse simplesmente.

"Beleza! A minha é às 12!" Naruto choramingou.

"Bem, isso é conveniente." Sasuke disse simplesmente.

"Por quê?"

"Porque a sua vez é agora, seu idiota!" Sakura revirando os olhos.

"Ah droga!" Naruto gritou e levantou e correu porta afora. Sakura riu levemente, em seguida, virou-se para o namorado. "Sasuke Ne, sabe que temos que fazer o que o médico sugere, foi uma ordem de Tsunade." Sakura ressaltou. Sasuke olhou para ela pelo canto do olho.

"Então, provavelmente será algo estúpido como " falar sobre nossos sentimentos 'ou alguma porcaria inútil do tipo. " Sasuke respondeu.

"Que bom que você pensa dessa maneira." Sakura murmurou para si mesma.

.

.


Primeira sessão


- Isso é completamente inútil. - Sasuke murmurou, sentado ao lado de Sakura em um sofá de couro marrom simples, estavam esperando pelo Dr. Hikaru chegar.

- Ah não pense dessa forma, Sasuke! Pode ser interessante! - Sakura disse com um sorriso. Mal sabiam eles que em breve estariam odiando esse certo médico com toda a sua alma ... mas iriam descobrir depois. Uma abertura de uma porta interrompeu sua conversa e pouco depois um homem com cabelo castanho escuro entrou, Ele parecia ter uns 40 anos.

- Boa tarde, meu nome é Dr. Hikaru. - Apresentou-se e sacudiu as mãos antes de se sentar.

- Agora, vamos direto ao que interessa. Cada sessão terá uma hora de duração, três vezes por semana durante um mês. - Afirmou, como se tivesse memorizado cada palavra por dizer isso com tanta frequência.

- Agora vamos começar. - fez uma pausa para empurrar os óculos para cima de seu nariz um pouco torto. - Como definiriam seu relcaionamento? - Ele olhou para o papel - É, Haruno Sakura e Uchiha Sasuke, certo?

- Er ... bem, eu acho. - Sakura disse, hesitante. Ela nunca tinha ido a um conselheiro antes, e falar sobre tal a deixava desconfortavel. Dr. Hikaru acenou com a cabeça e escreveu algo em seu pedaço de papel; Sasuke estreitou os olhos para isso.

- O que você acha sobre isso Sr. Uchiha?

- Está bom do jeito que é. - respondeu simplesmente.

- E o que você acha da resposta, Sra. Haruno? -O médico voltou sua atenção para a garota de cabelo rosa.

- Eh, mas ... quero dizer ... eu não acabei de dar essa mesma resposta? - Sakura perguntou, agora ela estava realmente confusa.

- Hm ... Entendo … - O médico resmungou algo incoerente e rabiscou mais no papel. Sakura tentou olhar para ver o que era.

- Um ... se você não se importa de eu perguntar. Mas se importaria de dizer exatamente o que está escrevendo aí? - Sakura perguntou.

- Não. Agora vamos passar para outro assunto. Como é sua vida sexual?

Sakura engasgou enquanto Sasuke soltou um som que parecia muito com uma tosse e sinal de estrangulamento.

- O quê! - Sasuke exclamou. Que raio de pergunta foi essa?

- Hum ... er ... o-o que quer dizer, doutor? - Sakura sufocou.

- Bem, sua vida sexual é ativa? Por exemplo.

- Che. Ah, é ativa. - Sasuke murmurou para si mesmo. Ganhando um tapa de Sakura.

- Sasuke! - Rosnou e o médico levantou uma sobrancelha.

- Quanto em uma semana? - Perguntou novamente como se fosse nada.

- Huh doutor, agora eu acho que isso é um pouco privado demais, não acha? - Sakura disse com uma voz apressada, Sasuke novamente parecia como se estivesse sufocando.

- É uma questão profissional, agora será que você seria amável em responder. - Dr. Hikaru disse rudemente. Sakura puxou o colarinho de sua camisa nervosamente.

- Huh-bem ... eu diria que mais do que a média dos casais normais! - Era só ela ou estava começando a ficar quente a atmosfera?

- Esta é uma pergunta estúpida. - Sasuke exclamou.

- Por favor, basta responder a pergunta. - Dr. Hikaru declarou simplesmente.

- Hum ... bem ... a cada semana ... tipo ... talvez... nao sei ... duas vezes por dia. - Sakura disse nervosamente enquanto Sasuke sorriu de canto, oh sim, ele parecia muito orgulhoso de si mesmo.

- Oh Deus! Sete dias por semana! - O médico gritou de repente, fazendo com que Sakura e Sasuke tomassem um susto. - Meu Deus, isso dá cerca de 14 vezes por semana! .. Aham ... quer dizer ... isso é um monte de vezes para um casal. - Ele disse numa voz semi calma. Sakura e Sasuke ... ainda chocados deram-lhe um olhar estranho.

- Eu não vejo nada de errado com isso. - O Uchiha disse simplesmente com um encolher de ombros.

- Oh, você não veria, não é mesmo? - Sakura disse sarcasticamente.

- Che. Nunca te vi reclamando. - Sakura corou e Sasuke sorriu de canto.

- Aham … - O médico interrompeu para ganhar a atenção dos dois novamente. - Agora ... que tipo de sexo vocês fazem normalmente? É que o você diria de.. selvagem ou apaixonado?

- O QUÊ? Q-Que raio de pergunta é essa? - Sakura gritou em tom de pânico.

- Bem, estamos numa terapia de casais e a parte sexual é sempre uma pergunta comum. - Afirmou o médico calmamente.

- Que diabos estava pensando Tsunade quando fez isso? - Sasuke resmungou em voz alta enquanto Sakura começou a suar ao seu lado.

- Aham ... agora que tipo de sexo vocês fazem?

- Um ... apaixonado? - Sakura disse, hesitante, e ganhando um grunhido do Uchiha ao seu lado.

- Sério Sakura? Apaixonado, como 'sem graça'?

- Ehehe ... talvez não ne? ... Bem ... eu acho que tenho que dizer ... mais sobre o lado selvagem ne? - Sakura disse, obviamente constrangida, enquanto Sasuke sorriu de canto.

Os olhos do médico novamente arregalaram. - Como diabos você ainda anda, mulher? - Sasuke e Sakura mais uma vez se assustaram rapidamente com a explosão do medico. - Quero dizer ... é isso mesmo?

- Ok olha aqui senhor! Só porque gostamos da nossa errr-er ... relação não significa que nosso relacionamento se resume a isso!

- Eu nunca disse isso. - Dr. Hikaru disse ... aquilo foi uma pitada de medo em sua voz?

- Qual é o problema? - Sasuke murmurou, ele não viu o que havia de errado com isso. E gostar de fazer sexo não mudava o fato de que ele amava Sakura.

- Hm ...- O médico escreveu alguma coisa no papel. Sasuke fechou os olhos, aquilo estava começando a ficar irritante.

- E o que diabos você vai continuar escrevendo nesse maldito papel? - Sasuke disse em um tom irritado.

- Uma analise importante. Agora, uma vez que só temos cerca de cinco minutos para o fim da sessao, os darei o chamado" dever de casa ', que vocês terão que obedecer pelo mês inteiro, já que parece que o relacionamento de vocês precisa de mais contato comunicativo e menos fisico.

- Hey! Nós nos comunicamos muito bem! - Sakura pontuou.

- Como eu estava dizendo, seu dever de casa a partir de hoje é ficar sem quaisquer atividades sexuais durante todo o mês.

- O QUÊ? - Sakura gritou e surpreendentemente Sasuke também o fez ao mesmo tempo. E quem diabos chama isso de "atividades sexuais"?

- Um mês inteiro? Você deve estar brincando comigo! - Sasuke disse com raiva.

- Isso é estúpido! - Sakura disse com raiva.

- Os caras dão em cima dela o tempo todo! Como você vai saber que ela não vai pular a cerca hein? - Sasuke disse com raiva

- Desculpe-me! Por que você ainda acha isso? - Sakura gritou de volta, obviamente irritada. - E quanto a você! Todas essas garotas sempre se jogando em você!

- Che. Como se eu fosse me rebaixar e sair com uma daquelas vagabundas.

- Bem, tecnicamente você se jogou pra cima de uma!

- Aham - O médico limpou a garganta um pouco alto. Os dois pararam a briga e voltaram sua atenção para o médico. - Agora vocês vão poder trabalhar a parte do relacionamento de vocês, a da comunicação.

- NÃO! Isso é frustração sexual! É ISSO O QUE É! - Sakura gritou histericamente. E então, gemeu. - Isso só vai piorar as coisas!

Sasuke voltou sua atenção de sua namorada agora chorosa para o médico.

- Dr. Hikaru, sua teoria é uma porcaria. - Sasuke disse calmamente. Sakura assentiu com a cabeça em um acordo pleno.

- Lamento que vocês pensem assim, mas o que digo deve ser feito. Você ainda terao câmeras em todos os cômodos de sua casa para ter certeza de que nada acontecerá.

- Que diabos? !- Sasuke disse com raiva.

- Isso não é ilegal? - Sakura disse em voz alta.

- Não se a Hokage concorda com isso. Agora, vejo vocês dois na proxima terça-feira para sua próxima sessão. -disse assim que se levantou. - Espero que esta sessão tenha ajudado, adeus. - E então saiu pela porta, mas não antes de ouvir um 'Que diabos é isso?'.

Oh sim, droga! Esse iria ser um mês muito longo, de fato.

.

.


N/T:

Bom, flores, tipooooooo,

o projeto que era pra 2013 agora está sendo postado em 2012 *apanha*

Bonecas, vamos que vamos ;DD