Capítulo 3 – Sam

Quando Dean vê seu irmão ele corre em sua direção, na verdade de uma certa maneira ele está correndo por horas, a demônio que se chamava Ruby havia lhe dito que Sam não estava no inferno naquele momento mas sim há dois estados de distância, ela havia sugerido que eles pegassem um quarto de hotel e fossem para a estrada pela manhã mas ele insistiu que fossem logo de uma vez, dirigindo a noite e madrugada inteira ,, sem nem se preocupar em ligar o rádio, apenas se focando em chegar até Sam o mais rápido possível. Sam também corre em sua direção, poucas vezes na vida Dean o viu tão feliz, Sam abre seus braços esperando um abraço, e recebe de Dean um grande soco no meio da cara.

Havia muitas situações em que Dean Winchester sentia vontade de socar seu irmão mais novo, quando ele dirigia o seu carro sem ter permissão, quando Sam o olhava como se ele fosse um idiota por não saber o nome de um dos escritores pretenciosos clássicos que ele gostava, quando ele acabava com toda a água quente quando tomava banho antes dele. Um momento que Dean concluiu que também deveria ser incluído nessa categoria era aquele em que se descobria que o seu irmão mais novo aceitou ser o novo líder dos demônios, e uma das situações em que ele tinha o direito completo de agir quanto a essa vontade. Os demônios da guarda de Sam discordaram no entanto, o atacando logo após o soco acontecer e só parando quando Sam gritou ordenando que fizessem isso.

XXX

Sam fisicamente não parecia tão diferente assim, o cabelo estava um pouquinho maior, mas ele ainda andava e falava da mesma maneira, se vestia da mesma maneira, camisa simples de flanela e calça jeans (Dean não se orgulhava do fato de quando estava a caminho dali ele ficou imaginando a versão maligna de seu irmão com um tapa olho, com bigodinho fino e usando muitas roupas de couro, e as vezes até uma capa, em defesa dele tinha sido uma viagem bem longa e durante a sua adolescência Dean tinha visto muitos filmes de James Bond), mas o jeito como os outros o tratavam era completamente diferente, quando ele entrava em um cômodo os demônios iam para o canto para dar espaço para ele e o encaravam com um profundo respeito, a casa era grande, três andares e o quarto que Sam o levou ficava no último, assim que os dois ficam sozinhos Dean começa a gritar de novo.

"O QUE VOCÊ ESTAVA PENSANDO ? REI DO INFERNO ? QUAL É O SEU PROBLEMA ?"

"Dean eu pensei ..."

"Não você não pensou porque ninguém com a mínima quantidade de função cerebral faria algo assim"

"Dean, eu tenho os meus motivos então cala a boca um minuto e deixa eu te explicar"

Quando Sam ficava realmente irritado tinha algo nele que mudava, não era algo recente, ele não parecia com um demônio, nada de olhos negros ou algo do tipo, mas ele parecia com John, e por causa disso Dean se calou e começou a ouvir como os últimos anos da vida de seu irmão haviam sido.

Obrigada por ler, reviews são sempre apreciadas.