Título: No parque
Autora: Kaline Bogard
Fandon: Common Law
Ship: Travis x Wes
Classificação: livre
Gênero: slash e outros
Obs.: Contém spoilers da série
Direitos Autorais: Common Law não me pertence. Se pertencesse todos os episódios terminariam com esses dois se resolvendo na cama...


Aviso: Contem yaoi. Ou seja: homem catando homem, sacas? Não gosta, não leia. Simple like that.


No parque

Kaline Bogard

Hudson corria pela grama como se não houvesse amanhã. Perseguiu um grilo, a bola de uns garotos que jogavam futebol, depois a própria cauda. E Travis ia correndo atrás dele, tentando desesperadamente que o estrago não fosse muito grande.

Wes assistia tudo sentado debaixo de uma árvore. Os olhos claros protegidos pelos óculos de sol acompanhavam somente os movimentos felinos do corpo do parceiro. No peito um sentimento que o agoniava. Não era bobo: compreendia o que sentia. Travis estava dominando boa parte de seus pensamentos, era de se desesperar.

– Sonhando acordado, Liz?!

O loiro resmungou pelo apelido humilhante. Nunca conseguiria se livrar daquela comparação. Nessas horas sentia vontade de enforcar o capitão.

– Por que você é tão irritante, Travis?

O moreno riu e voltou-se para o cão.

– Vê o que eu agüento, amigão? Imagina nos dias de TPM…

Fez a piada e sentou-se ao lado de Wes, segurando firmemente a corrente de Hudson, para que o animal não voltasse a correr. O ombro acabou esbarrando no ombro do loiro, arrepiando-o um pouco.

Para disfarçar a situação Mitchell tomou a corrente das mãos de Travis e praticamente arrastou o pobre cachorro de volta para a grama.

– Não toma muito sol, cara! – o mais alto provocou – Você vai virar um camarão!

Terminou com uma risada sacana e cruzou as mãos atrás da cabeça. Notara perfeitamente a forma como Wes ficara afetado com o contato corporal. Não era de hoje que Travis percebia detalhes muito singulares no comportamento do outro, inclusive a constante irritação que parecia esconder algo mais. Talvez algo que Wes não quisesse que o parceiro de investigação descobrisse.

Pobre Wesley.

Tentar esconder algo logo de Travis? O príncipe da conquista? Não mesmo!

O moreno levaria aquele jogo de gato e rato por mais um tempo, afinal era divertido. Quando rodeasse o suficiente, aí sim daria o bote.

Mitchell não perdia por esperar...

Fim


N/A: Essa fanfic foi feita para um projeto de um fórum que faço parte. Se render mais drabbles vou postando aqui!

Enjoy.