Senhoras do Norte

1. Sansa

Era conhecimento comum que durante o inverno rosas não floresciam em Winterfell.

A maioria ainda se referia a Sansa como A Rainha do Norte mesmo após ela ter prestado os seus votos de lealdade a Daenerys, Margaery também se refere a ela assim quando está em sua cama, sua Rainha, sua Sansa.

Sansa acredita que Margaery deve sentir falta do Jardim de cima e do Porto Real, mas não demonstra isso para ninguém além dela, ela entende o porque disso,deixar que os outros soubessem de suas fraquezas só seria útil em algumas situações e aquela não era uma delas, a única vez em que Sansa a viu chorar sem ter um objetivo com isso, foi quando após o seu primeiro mês ali as noticias da morte de Loras chegaram, dessa vez não havia estratégia, só a pura tristeza de perder o seu irmão, Sansa tinha mais experiência com aquele sentimento do que desejava noite ela ficou no seu quarto a abraçando até que ela parasse de chorar, na manhã seguinte foi quando seus lábios se tocaram pela primeira vez.

Ela se senta ao seu lado na sua mesa durante reuniões, lhe dá conselhos (ninguém poderia acusar um Tyrell de não saber sobre estratégia), e depois que as reuniões acabam é a vida do banquete, rindo e dançando com os senhores e seus filhos das casas menores do norte enquanto Sansa a observa (também ninguém poderia acusar um Tyrell de não saber como dar uma festa).

A noite ela diz que a ama e quando Sansa a beija pode sentir um sorriso se formando em seus lábios, e pela manhã parada em frente à janela olhando para a neve com a luz da manhã refletindo em seu rosto ela ainda parece como se ainda fosse uma Rainha, com a beleza e confiança que nenhuma guerra seria capaz de arrancar, quando Margaery a nota a observando sorri e vai para a sua cama de novo e diz que há tempo delas ficarem juntas mais uma vez antes da hora dos criados acordarem e ela ter que ir para os seus aposentos.

Não há rosas que florescem em Winterfell no inverno, pelo menos nenhuma além da dela.

Obrigada por ler, comentários são sempre apreciados.