Os Primeiros Quatro Anos: Sequencia de Meu Noivo É Edward Cullen

Autora: Amoet

Tradutora: Lary Reeden, MiliYLJJ e Mazinha Martins

Beta: Kessy Rods

Esta fanfic pertence à Amoet e os personagens são de Stephenie Meyer. A nós só cabe a tradução para o português.


Esta é a breve história de Edward e Bella nos primeiros quatro anos de sua vida matrimonial, entre o capítulo 32 e capítulo 33 de My Fiance is Edward Cullen.

Capítulo 1

A Intimidade

Tradutora ~ Lary Reeden

Eu fui acordada pelos raios de sol que brilhavam no meu rosto entrando pelas cortinas semi-abertas. Por um momento, eu não lembrei onde eu estava. Pisquei várias vezes e rolei de costas antes de senti a dor enrijecer meu corpo. Lentamente, o meu cérebro voltou ao normal e percebi que meu corpo estava coberto apenas com os lençóis brancos. Corei quando me lembrei o que aconteceu na noite anterior. Edward e eu estávamos em nossa lua de mel na casa de praia. Ficaríamos hospedados por uma semana antes de ter que voltar para Seattle e nos preparar para uma infinidade de coisas.

Nosso casamento foi lindo. Todos os nossos amigos e nossa família assistiram a cerimônia. Até mesmo Carissa, a tia de Edward, e sua família vieram da França só para ver a nossa troca de votos. Alice fez um vestido muito bonito para mim. Durante a recepção, eu dancei com meu marido e nossa família juntou-se. Eu estava tão feliz e a recepção foi muito bonita. Mais uma vez, Alice realmente fez um ótimo trabalho. Quando chegou a hora de jogar o buquê, eu subi em uma cadeira e joguei o buquê para todas as mulheres solteiras que estavam lá. Surpreendentemente, Kelly foi quem pegou o buquê sozinha. Após a recepção, Edward e eu trocamos de roupa para algo mais confortável, preparado por Alice. Nós aceleramos para o aeroporto com o seu Volvo, porque ele não permitiu que Alice decorasse o pára-choque do Vanquish com sapatos e latas vazias.

E então, as lembranças da noite passada voaram facilmente na minha mente. O amor, a paixão, os beijos, os toques... e como se fosse possível, eu corei ainda mais forte. Eu sentei lentamente na cama e vi minha, er... camisola já rasgada em pedaços no chão. Eu nunca imaginei que Edward pudesse fazer algo assim, mas eu não podia culpá-lo. Tínhamos esperado muito tempo por este momento e quando chegou o momento, tudo simplesmente aconteceu.

A porta abriu e eu vi meu marido entrar no quarto com uma bandeja nas mãos. Ele estava usando só uma calça de algodão, e meu corpo se contorceu ao ver seu peito perfeito. Eu me envolvi inconscientemente nos lençóis apertando ele fortemente no meu corpo. Eu sabia que era bobagem, porque ele deve ter visto tudo ontem à noite, mas eu ainda não sentia coragem.

Ele sorriu quando me viu e colocou a bandeja no meu colo. Ele beijou-me profundamente e suas mãos acariciaram os meus ombros nus. "Bom dia, minha querida esposa."

Eu sorri. "Bom dia, querido marido."

"Você dormiu bem?" Seus olhos brilharam maliciosamente.

Corei. "Hum... sim."

Edward segurou meu rosto com a mão e beijou-me novamente. Seus lábios se moveram lentamente, mas apaixonadamente contra os meus. Ele quebrou o beijo e levou a bandeja para longe do meu colo. Eu não conseguia pensar quando de repente ele atacou meus lábios e suas mãos acariciaram minhas costas nuas. Minhas mãos tocaram seu corpo perfeito avidamente e os meus pensamentos nublaram com a paixão.

"Você está com fome, amor?" Ele perguntou-me entre seus beijos.

"Não. E Você?"

"Eu tenho minha própria versão de café da manhã", disse meu marido antes de ele retirar os lençóis do meu corpo.

Ficamos deitados lado a lado, enrolados debaixo dos lençóis. Inclinei minha cabeça em seu peito, enquanto uma de suas mãos acariciou a pele nua das minhas costas com cuidado. Sua outra mão segurou minha mão e distraidamente tocou a aliança no meu dedo.

"Que horas são?" Perguntei lentamente. Sinceramente, perdi a noção do tempo desde que cheguei aqui.

"Realmente importa?" Ele murmurou.

Eu sorri. "Não particularmente, mas ainda precisamos tomar banho."

Edward riu e beijou o topo da minha cabeça. "Eu sei, amor. Você quer tomar banho agora?"

Eu balancei a cabeça. "Eu acho que preciso me renovar um pouco." E então eu olhei para a bandeja. "Eu acho que esqueci do café da manhã."

Meu marido sorriu enquanto eu estreitei meus olhos. "O que foi?"

Ele franziu os lábios. "Bem... eu preparei um café da manhã fácil de aquecer. Em caso de algo acontecer nesta manhã."

Eu levantei minhas sobrancelhas e me apoiei sobre um cotovelo, enquanto ele me olhou com carinho. "Você está dizendo que já tinha planejado tudo isso?"

Ele sorriu sonhadoramente. "Você estava tão adorável só com os lençóis, e eu não pude me segurar."

Revirei os olhos e dei-lhe um beijo casto. "Eu vou tomar banho enquanto você aquece o café da manhã."

Eu comecei a me levantar da cama, quando uma vertigem me acertou e eu cambaleei. Senti dois braços fortes me pegarem antes que eu pudesse cair.

"Bella? Você está bem, querida?" Edward perguntou.

Eu concordei e passei a mão pelo meu cabelo bagunçado. "Eu... Uh... me sinto um pouco tonta. Mas já estou bem." E então eu engasguei quando vi uma poça de sangue seco nos lençóis. Corei novamente.

Edward beijou minha testa. "Está tudo bem, amor. Você era virgem antes de ontem à noite. Eu vou trocar os lençóis, enquanto você toma banho. Você está se sentindo melhor agora?"

Eu balancei a cabeça lentamente, me sentindo um pouco envergonhada pelos lençóis.

Ele continuou olhando para mim preocupado. E então ele suspirou e me carregou em seus braços. "Vamos lá. Eu vou preparar o seu banho."

Eu não poderia protestar porque eu senti a dor de volta no meu corpo. Meu marido me levou para o banheiro e me sentou na borda da banheira. Ele ligou a água quente e derramou um pouco de sais de banho na banheira. Eu quase gemi com o cheiro de morango. Depois que tudo estava pronto, ele olhou para mim.

"Tem certeza de que está bem?"

Eu sorri. "Sim, eu estou bem." Beijei-o suavemente. "Obrigada."

Ele sorriu de volta. "Qualquer coisa para você, amor. Tome seu banho, enquanto eu troco os lençóis e aqueço o café da manhã."

Eu balancei a cabeça e vi meu marido sair do banheiro. Corei novamente quando eu percebi que ele não usava nada quando ele me levou para o banheiro. Eu balancei minha cabeça um pouco e retirei o lençóis do meu corpo. Deitei-me na banheira e comecei a lavar meu cabelo, relaxando instantaneamente. O cheiro das bolhas e a água morna relaxou meu corpo dolorido. Fiquei na banheira até a água ficar um pouco fria. Levantei-me da banheira e me sequei com uma toalha. Saí do banheiro e voltei para o quarto, mas não vi Edward. Eu podia ver que ele já havia trocado os lençóis e sorri para mim mesma. Ele era um marido adorável.

Troquei de roupa e deixei meu cabelo solto para secar. Saí do quarto e caminhei até a cozinha. Edward estava lá ainda usando calças de algodão e uma camiseta cinza. Bem, pelo menos ele usava alguma coisa agora. Ele virou a cabeça para mim quando ouviu os meus passos. Ele sorriu e colocou meu café da manhã em um prato. Eu sorri agradecida enquanto ele puxou uma cadeira para mim.

"O café da manhã... ou devo dizer almoço, minha querida", ele disse e beijou meu templo.

Minhas sobrancelhas dispararam. "Já é hora do almoço?"

Ele sorriu. "Já são 11h30. Eu acho que nós não prestamos atenção suficiente sobre isso."

Revirei os olhos.

Ele riu. "Eu vou tomar banho. Coma." Ele beijou minha testa rapidamente antes de sair da cozinha.

Eu respirei fundo e comecei a comer. Eu não sabia que eu estava com tanta fome. Eu acho que as nossas 'atividades' realmente gastam calorias. Edward apareceu novamente na cozinha não muito tempo depois que eu terminei de comer. Ele já trocou de roupa em uma camiseta branca e uma calça de pijama.

"Você não comeu?" Perguntei-lhe quando ele se sentou na cadeira ao meu lado.

Ele sorriu. "O quê?"

Meus olhos se arregalaram e eu corei de novo.

Ele riu. "Eu já tomei meu café da manhã quando você estava no banho, amor."

"Oh, ok."

Ele sorriu e acariciou meu cabelo. "Como você se sente agora?"

"Bem... Eu estou feliz agora", eu respondi-lhe levemente.

Meu marido sorriu timidamente. "Quero dizer... como seu corpo se sente agora?"

"Oh". Mordi o lábio. "Eu... uh... me sinto um pouco dolorida e... com dores leves em algumas áreas..." Minha voz vacilou.

Ele riu novamente. "Não se envergonhe, Bella. Estamos casados agora. Você pode me dizer tudo." E então ele se inclinou para mais perto do meu rosto. "Você pode até mesmo me dizer o que você precisa que eu faça para agradá-la."

Eu tinha certeza que meu rosto estava mais vermelho do que o normal. A noite passada e esta manhã foram ótimas. Ele não tem que fazer nada de extraordinário para me fazer sentir apaixonada. Mesmo que esta tenha sido minha primeira experiência e também a sua primeira, nós dividimos uma conexão íntima e maravilhosa. Eu só espero que eu tenha feito o mesmo por ele.

"Bella? O que você está pensando?"

Eu fiz uma cara. "Eu sou tão óbvia?"

Ele sorriu calorosamente. "Eu disse a você, amor. Você é uma péssima mentirosa."

Eu suspirei.

"Querida, o que foi?"

Olhei para meu marido. "Será que eu... agradei você na noite passada e esta manhã?" Mordi o lábio.

Ele franziu as sobrancelhas. "O que você quer dizer?"

Eu torci meus dedos nervosamente. "Bem... você sabia que a noite passada foi a minha primeira vez e eu não tenho nenhuma experiência sobre... você sabe... agradar um homem. Talvez você possa me dizer como... por favor, me diga qualquer coisa." Oh, Deus! Isso é tão constrangedor.

Edward sorriu calorosamente e acariciou minha bochecha. "Bella, você foi maravilhosa. Você foi incrível. Você não sabe por quanto tempo eu estive esperando por você... Para casar com você, para ligar-me a você. Você foi ótima e devo dizer que a noite passada foi maravilhosa... a coisa mais maravilhosa que já aconteceu na minha vida. Quanto às coisas que podem nos dar prazer... bem, podemos aprender um com o outro. Temos tempo para isso."

Eu balancei a cabeça lentamente e suspirei. "Porque eu li de algumas fontes que essa coisa... sexo é importante para um bom casamento e eu só quero fazer você feliz."

Ele segurou meu rosto com as mãos e olhou-me profundamente. Seus olhos verdes olharam para mim com amor e adoração. "Bella, você é minha vida. Você é meu amor. Você já me faz feliz e sempre me fará feliz apenas por ficar comigo, como minha esposa, como minha parceira e minha amiga."

Eu sorri ligeiramente.

"E eu espero que nós possamos conversar entre nós sobre essas coisas. Não se sinta envergonhada, amor. Você é minha e eu sou seu. Não se esqueça disso," ele acrescentou.

Eu balancei a cabeça novamente.

Ele acariciou o meu cabelo e meu corpo ficou quente instantaneamente. Eu passei meus braços em volta do seu pescoço e beijei ele profundamente. Edward retornou o meu beijo com a mesma paixão. Eu atei meus dedos em seu cabelo e o desejo surgiu em mim.

"Está tudo bem se eu lhe pedir para me agradar agora?" Perguntei a ele sem fôlego. Seus olhos já estavam escuros, e ele me olhou com avidez.

"Seu desejo é uma ordem, meu amor", ele respondeu com voz sensual antes de me carregar em seus braços e voltar para o quarto.


N/T~ FINALMENTE ESSES DOIS LIVRES LEVES E SOLTOS hihihihi.

Essa sequencia tem apenas 14 capítulos.

Lary Reeden

N/B: Esses dois depois que soltaram o fogo não se aquietam mais! Bella toda dolorida e ainda quer! HAHAHAHA Te entendo, Bella, com um homem desses... Ui!

Hihihi

Deixem reviews!

Kessy