Lily foi a primeira a descobrir sobre os dois, antes mesmo de o casal em si perceber que não se veem somente como amigos.

Observadora como sempre e amiga próxima de Remus, a garota não teve muita dificuldade em perceber o carinho nos olhos do garoto quando olhava para Sirius, seu melhor amigo. A forma em que ele ficava cabisbaixo toda vez que via Sirius com alguma estudante de Hogwarts, porém forçava seu melhor sorriso quando o outro se aproximava animado para contar como havia sido.

Ela não soube definir o que era a principio, mas sabia de alguma forma que havia algo entre os dois. Ela sentia o laço que prendia os dois. Intuição feminina, talvez.

Tentou falar com James, perguntar algo sobre os dois, porém o Potter aparentava não saber de nada. Apenas a encarou confuso e perguntou sobre o que ela estava falando. Derrotada, mas ainda sem desistir, tentou conversar diretamente com Remus e perguntar o que estava acontecendo entre eles, porém o garoto nada a respondeu, dizendo somente que eram melhores amigos e que não entendia aonde a garota queria chegar.

Visto que não estava indo a lugar nenhum, a garota desistiu de investigar. Porém o assunto continuou guardado, somente esperando para voltar à tona. Quem sabe mais tarde, com o tempo, ela não descobriria alguma coisa.

Dito e feito.
Semanas após o ocorrido Lily notou que Remus andava calado e cabisbaixo, muitas vezes andando pelos corredores distraído. Puxou o garoto para conversar, aproveitando que tinham tirado dupla para um trabalho de poções, sobre o que estava acontecendo. Precisou insistir no inicio já que o garoto estava visivelmente tenso e hesitante sobre o assunto, mas com o tempo conseguiu convencer o outro a falar. Remus disse que estava sentindo algo por Sirius e tinha medo de se magoar, já que o outro além de ser hétero era o garanhão do colégio. Contou como havia sido apavorante descobrir que estava apaixonado por um de seus melhores amigos, um garoto.

Lily apenas sorriu, abraçando-o e dizendo para o garoto ter mais confiança.

"- Não se preocupe, eu estou do seu lado." Sorriu amável, fazendo o garoto relaxar um pouco com a confiança que a garota transmitia. "- Eu irei te ajudar naquilo que precisar."

O licantropo sorriu para a amiga. "- Obrigado Lily."