Thief

Ele sempre foi um ladrão.

Nas primeiras férias da academia ele te convenceu a explorar a biblioteca de seus pais e apenas mais tarde quando vocês já estavam longe correndo nos campos da propriedade ele te contou que ele tinha escondido um que tinha achado interessante debaixo de suas vestes e levado consigo. Você sabia em um nível racional que deveria ficar irritado, mas era tão refrescante encontrar alguém que não ligava para as regras, alguém disposto a ir um pouco além, e porque por algum motivo que você não conseguia entender tinha resolvido dividir isso com você. Naquele dia vocês correram e se sentiram como deuses e foi o ápice de felicidade que você já sentiu, você tinha onze anos.

Você sempre foi o mais inteligente da sua classe, recebeu milhares de cumprimentos quanto a esse seu brilhante cérebro, mas não foi inteligente ao ponto de saber que você nunca devia se apaixonar por um ladrão, porque um dia foi mais do que livros ou experimentos estranhos de seus professores na Academia. Porque um dia ele roubou uma maquina do tempo e foi embora sem se importar com as consequências. Arrancou uma parte de você para ele e a levou para longe sem nem se preocupar que talvez você precisasse dela.

Obrigada por ler, reviews são sempre apreciadas.