N/A : Provavelmente o conteúdo futuro dessa fic deve desviar um pouco do canon da sexta temporada.

As Cartas Confidenciais de Blair Waldorf e Dan Humphrey

Capítulo Um - 27.03.2016, Nova York

Olá Humphrey,

Você deve estar se perguntando por que eu estou te mandando uma carta ao invés de um email, bem a resposta é simples, devido a Gossip Girl eu para sempre devo me sentir paranóica quanto a correspondência online, e creio também que deletar um email meu seria bem mais simples para você do que rasgar uma carta ou jogá-la no lixo sem ao menos ter um pouquinho de curiosidade em saber o seu conteúdo.

E o motivo dessa carta ter sido escrita para começar é porque eu achei que você deveria saber que eu finalmente li Inside, li direito dessa vez não apenas pulando direto para a cena de sexo (a que eu era a estrela, não as duas da Serena, e as outras tantas que você escreveu sobre o Nate, btw tem alguma coisa sobre o bromance de vocês que você gostaria de dividir com o resto da classe ?). Foi bom o livro, me lembrou um poço de Edith Wharton com uma pitada de Kurt Vonnegut e um monte de The O.C, eu gostei pelo menos, embora talvez isso aconteça um pouco por causa do meu egocentrismo, eu nunca realmente acreditei quando você disse que não havia sequer uma palavra ruim sobre mim no livro todo, na verdade foi isso que me impediu de lê-lo no período em que estávamos juntos mas há alguns dias atrás eu o vi na loja de um aeroporto e pensei que não haveria perigo algum e acabei passando o meu voo todo o lendo. Eu gostei da minha personagem, e eu estou bem ciente que você não me vê mais como aquela garota, mas eu gostaria de te agradecer por uma vez ter visto.

E também um conselho : Corte o seu cabelo e raspe a barba. Eu já vi fotos suas que poderiam ser de um mendigo usando um terno de mil dólares, você é um autor bestseller, você não pode andar por aí parecendo um homem das cavernas, você tem mais do que condições de ir em um salão decente ou pelo menos um barbeiro, ultimamente toda vez que eu vejo uma nova foto sua eu sinto vontade de pegar o primeiro avião para a sua cidade com uma grande tesoura só para te livrar (e o resto do mundo) da monstruosidade dos seus pêlos faciais, eu digo isso em nome da amizade que nós costumávamos ter (e também um pouco por razões sanitárias).

Cordialmente, Blair Waldorf

Obrigada por ler, reviews são sempre apreciadas.