JUST MY BABY DADDY

Título: Apenas o pai do meu bebê/Just My Baby Daddy
Autora: Lolo84
Tradutora: Leili Pattz
Shipper: Bella/Edward
Gênero: Humor/Família
Censura: M
Sinopse: "Então, você tem um filho?", Ele pergunta. "E você vive com seu melhor amigo? Que vem a ser um cara?" Eu aceno, e respondo: "Isso seria certo." "Não é estranho?" Eu sorri. Espere por isso! "Não mais estranho do que o fato de que ele também é pai do meu filho." Será desnecessário dizer que meu encontrou chegou a um ponto insuportável.

Disclaimer: A fanfic pertence a Lolo84 que me autorizou a tradução. Twilight e seus personagens pertencem a Stephenie Meyer.


Capítulo 1

Olhando ao redor no restaurante chique, eu suspiro, sabendo que minha noite está prestes a chegar ao fim. É o meu terceiro encontro com esse cara, e embora soubesse um pouco do que eu lhe disse, é claro que é só agora que ele colocá-lo tudo junto. Sendo que esse é o terceiro encontro, é claro que ele deve ter assumido que estava indo obter um convite esta noite, levando-o a perguntar sobre meus exatos arranjos de estilo de vida.

"Então, você tem um filho?"

"Sim!"

"E você vive com seu melhor amigo? Que vem a ser um cara?"

Eu aceno, resistindo à vontade de revirar os olhos e gritar: 'Você já sabe disso!' "Isso seria certo."

"Não é estranho?"

Eu sorri, porque aqui está a parte que ele não sabe. "Não mais estranho do que o fato de que ele também é pai do meu filho."

E a ficha vai cair em 3, 2...

Seus olhos se arregalaram.

Ele engasga com um pouco de ar.

E como automático a boca abre e fecha como um peixe.

Eu juro que é como no filme O Feitiço do Tempo. Revivendo o mesmo dia uma e outra vez, só que este é o mesmo encontro e a mesma reação com apenas um participante diferente.

Eu sei que ele vai surtar, todos eles o fazem. Mas independentemente disso, eu tento fazê-lo esfriar e tranquilizá-lo. "Não é grande coisa realmente," eu explico, com um encolher de ombros indiferente. "Edward e eu crescemos juntos. Uma noite coisas... aconteceram."

"Uma noite?" ele, – meu encontro, Sam – repete incrédulo. "Você espera que eu acredite você cresceu com esse cara, que vocês vivem juntos e tem um filho, que só dormiu uma só vez com ele? E não há mais nada acontecendo com vocês dois?"

"Acredite nisso!"


Minha primeira Drabble assim dizendo, apesar que O Bilhete segue o mesmo estilo, mas essa é a primeira grande. Essa fic tem 47 capítulos e é divertida, espero que vocês gostem.

Pretendo postar 1 ou 2 capítulos por dia, vou estabelecer metas, então vai tudo depender de vocês.

Posto o 2 ainda hoje ou amanhã, quando chegar a 25 reviews.

Beijos

xx