Afterlife Cigarettes

A primeira coisa que Augustus Waters viu ao abrir seus olhos foi a garota sentada ao lado da cama fumando. Era bela, não tanto quanto a sua Hazel era para ele mas chegava perto.

"Oi" ele disse experimentalmente.

"Olá. Eu sinto muito, eu roubei os seus cigarros, caso eu encontre mais alguns por aí te recompenso" ela disse casualmente.

"Não precisa eu não fumo de verdade"

"Mas tinha um maço no seu bolso"

"Sim, mas eu apenas gosto de segurá-los entre os meus dedos e coloca-los na minha boca, mas sem fumá-los"

"Eu tenho certeza que Freud teria algumas opiniões bem interessantes quanto a isso"

Augustus riu e a garota sorriu satisfeita.

"Então qual foi o seu ?" ela pergunta e dá mais uma tragada no cigarro.

"Meu oque ?"

"Porque o senhor vai pra cá ?"

"Primeiro porque a senhorita veio pra cá ?"

"Acidente de carro, tecnicamente falando"

"Então aqui é um hospital ?"

"Não. Apenas o lugar que as jovens almas vão para depois do fim"

"Então aqui é o céu ?"

"Não. Eu acho que não pelo menos, um céu que se preze deveria ter bem mais bibliotecas que esse lugar. O pós vida não vem com um manual de instruções infelizmente"

Augustus hesitou por um momento sem ter certeza se a garota estava mentindo ou não.

"Okay"

"Então ...qual o seu nome ?"

"Augustus Waters. E o seu ?"

"Alaska Young"

"Nome interessante"

"É sempre assim, nomes interessantes para indivíduos entediantes, uma maneira do universo de tentar balancear as coisas eu acho"

Dessa vez Augustus teve certeza que ela mentindo.

Obrigada por ler, reviews são sempre apreciadas.