Uma Traducao autorizada Twilight

Postagens: ate 2 shots por semana

Classificação etária: T/M (quando tornar-se M, troco a classificacao geral)

Não contém spoilers/ UA/Todos humanos

Shipper: Bellard

Gênero: Romance/Hurt/Comfort

Disclaimer: Twilight não é meu.

Autora: DH78

Tradutora: K. Hime.

Do original de mesmo título.

Sinopse: Bella vê a vida meio vazia. Edward a vê meio cheia. Será que ele conseguirá ensiná-la a saciar sua sede vivendo um dia de cada vez? .:. Bellard/Em drabbles.:.


Edward


Ela é linda.

Cabelo castanho desajeitadamente presos, mechas pequenas esvoacando nas laterias do rosto e na parte de trás do pescoço. Gostaria de me aproximar e deixar meus dedos passearem pela suavidade dos fios, claro, se eu pudesse faze-lo.

Mas não posso. Ainda não.

Bella me encontrou em frente ao mercado de peixe como planejado anteriormente, usando um vestido curto, branco e uma espécie de casaquinho azul escuro cobrindo a parte superior.

Estava em seu habitual jeito tímido, apreensivo, cauteloso.

Eu? Estou vestindo uma camisa preta e calça jeans. Escondendo o que sei que devo pelas proximas horas do dia.

Um monte de apreensão, isso sim.

Se ela soubesse todas as merdas assustadoras que já fiz.

No entanto, agora ela está rindo. Muito.

Estou fazendo-a rir com minhas piadas estúpidas, piegas sobre o peixe que está sendo pescado.

Eu poderia contar a verdade a ela agora.

Mas ela está feliz, despreocupada ... Mas ainda havia uma sensação de tristeza vindo dela. Um pouco de receio de entregar-se. Posso sentir isso.

Se digo a verdade agora, ela com certeza saira correndo. Outros ja o fizeram.

Isso passou a não me incomodar com o passar do tempo. Mas se Bella corresse, esse sim seria um cenário totalmente diferente.

Passamos por um quiosque agora pouco onde vendia lavanda fresca. Nada de incomum, afinal, havia cerca de 15 quiosques que vendiam a mesma coisa também.

Bella pára para pegar uma amostra.

- Eu amo lavanda. - diz, cheirando-a e suspirando.

- Mesmo? Elas sao um calmante natural.

- É. Minha avó costumava coloca-las por toda a casa. Costumava dizer que sempre que eu tivesse um dia ruim, deveria aspirar esse cheiro, fechar os olhos e apenas me embriagar nele. - Ela balança a cabeça, sorrindo com carinho a memória da vo.

- Essa parece uma lembrança agradável.

E acena com a cabeça. - É. Acho que sim. Depois que ela morreu e eu me mudei para os dormitórios do campus, vim aqui para comprar lavanda e coloquei-as por toda parte.

Concordo com a cabeça, olhando para algo chamado "óleo essencial."

- O que é isso?- Pergunto.

- Oh, você pode comprar e diluí-lo em água e adiciona-la gavetos, fazendo um potpourri e ai tera esse mesmo efeito calmante, - responde Bella.

Retiro a carteira do bolso e viro-me para a vendedora. - Gostaria de um pouco desses, por favor, e um desses também, - Digo, apontando para as pequenas garrafas e entrego o dinheiro.

- Oh, você não tem que ... - ela começa a protestar, mas a cortei.

- Considere isso como meu muito obrigado por concordar em sair comigo hoje.

Vejo-a sorri. - Obrigada, Edward.

- O prazer é todo meu. - E realmente é.

Andamos mais um pouco até chegarmos a um restaurante.

- Com fome? - pergunto e aceno em direção ao restaurante.

- Eu poderia comer.

- Ótimo.

Sentamos e conversamos um pouco mais. Falei um pouco sobre mim; sobre como gerencio meu próprio negocio, uma empresa de relações públicas, que meu pai é médico e minha mãe gerencia cerca de três diferentes instituições de caridade. Digo a ela sobre minhas escaladas, esqui nos Alpes, e minha próxima meia-maratona.

- Uau. Isso é incrível. Não posso nem imaginar ... nunca vou ver nada disso.

- Por que não?

- Porque... Tenho que trabalhar o tempo todo. Não tenho uma carreira de verdade, nem dinheiro guardado. E também não vejo nenhuma mudança acontecer na minha vida tao cedo. - Ela soa tão conformada com sua vida. Mas tem que haver algo em si, algum fogo.

E eu o percebo. E agora é a minha chance.

E tenho que dizer a ela.

- Bella. - respiro fundo e me preparo mentalmente para esta garota sair pela porta em cerca de três minutos.

Seus olhos na expectativa, sequer esperava pela minha confissão.

- Bella, há algo que tenho que te dizer.

.


N/T:

* galerinha, estao curtindo? Hmmm, Edward esta prestes a revelar seu segredo. O que deve ser, hein? Nham nham, facam suas apostas ;D

** "Half full" e "Delay" sao as unicas fanfics Twilight que estarei traduzindo. Aproveitem :)