Resumo: Mina faz uma carta a despedir-se e a demitir-se de líder das inner e quem a encontra é quem devia lê-la…Neo Queen Serenity. O que dirá a carta? O que lhe fez desistir?

"Querida amiga, rainha e quase irmã Usagi

Eu sei que quando leres esta carta já será tarde e estarei bem longe daí para seguir o que nunca segui: o coração.

Sempre fui a Minako Aino, aquela rapariga divertida, despreocupada e não muito boa aos estudos que muitas pessoas achavam-me feliz com a minha vida mas nunca fui.

Primeiro como já te contei há muito tempo, eu amei o Alan, o meu primeiro amor. Encontrei-o na Inglaterra, nesta vida, mas ele amava quem sempre considerei minha irmã e lutar contra a Dark Agency filiada do Dark Kingdom não me fez ver a verdade tão plasmada na minha vida, tão à frente dos meus olhos. Sofri, vim para Tóquio ou melhor Juuban onde vos encontrei e as lutas me apagaram pouco a pouco o meu sofrimento e tornei-me a Mina que vocês conhecem talvez para disfarçar o meu lado mais cheio de mágoa que já a minha vida tinha dado.

No passado, apaixonei-me pelo Kuncite, sim… o líder dos Shinnetsu do Endymion. Tantas vezes à vossa procura que nos encontrámos vezes e vezes sem conta e começamos a envolvemo-nos e depois houve aquilo tudo, perdi-o no passado, no presente mas nunca o meu coração esqueceu-o completamente e talvez procurei no Alan uma cópia impossível dele…uma cópia do amor arrebatador que tive no passado e sei que tu compreendes o que se sente num amor assim…algo difícil de descrever aos outros, eu sei mas sei que provavelmente serás a única que compreenderá bem o que senti por ele…um amor intenso, lindo e trágico.

Depois concentrei-me naquilo que até agora não consegui concretizar: o meu sonho de ser uma cantora e uma estrela. Antes não tinha muito talento mas aos poucos e principalmente pela tua força e ânimo, percebi que devíamos seguir os nossos sonhos. Percebi também então que tinha-o de deixar de lado até acabar as lutas. Lutas e mais lutas cada vez mais sangrentas e difíceis que nos levava a um significado e um objectivo: a missão. A missão de guerreiras e de proteger-te. Nunca o fiz por obrigação pois sempre vi em ti uma irmã, uma protegida que precisava de protecção conta os perigos do Universo e …do teu coração.

Tu mudaste a minha vida, mas no fundo refletia em ti o que eu era: a tonta enamorada de um homem capaz de tudo ou quase tudo. No meu caso foi quase tudo, no teu…tudo sem pensares nas consequências. Ao contrário do Kuncite ou do Alan, o Mamoru amava-te e ama-te da mesma maneira e ambos já cometeram várias loucuras e riscos um pelo outro. Fico feliz por ti e por ele que com o tempo aprendi ver um irmão nele aquele que nos dá conselhos e nos ralha quando estamos a fazer algo de mal. Com o tempo percebi que tu nunca precisaste de protecção contra o coração porque o teu coração tinha força para lutar contra tudo e contra todos pelo amor que sentias e isso fez-me pensar que talvez além de agradecer devia aprender contigo essa coragem de amar. Vi-te madurar e tornares-te rainha, uma rainha que sempre pensei ser uma ilusão criada para nos enganar mas a governante de Tóquio de Cristal não desiludiu na sua governação e na vida privada também pois vi-te casar, ter filhos e continuas feliz como nunca te vi antes.

Isto tudo para dizer que poderia ser feliz, mas não na Terra pois o meu coração descobriu onde está a minha felicidade e esse onde é em Kinmoku e há alguém: Yaten Kou. Sei o que pensas: Ridar a Sailor da já rainha Kakyuu. No tempo da luta contra a Galáxia, eu só queria andar com eles para arranjar uma oportunidade de ser famosa mas pouco a pouco senti algo estranho quando começámos a guerrear entre as duas equipas de Sailors: um sentimento de dor e sofrimento. De início pensei ver o Kuncite nele pois têm parecenças físicas mas quando vi que estava a apaixonar-me, neguei os sentimentos e deixei-o partir e tenta-lo esquece-lo mas ele tomou-me os sonhos e pensamentos que tinha durante anos.

Passou muito tempo eu sei e passei este tempo todo a nega-lo até ao dia que fomos a Kinmoku com todos. Nós pela guarda e Mamoru além tua segurança e de ser rei… a verdadeira razão era ciúmes e ambas sabemos que apesar de tudo tu o amas como nunca ninguém vai amar o Mamoru. Vi o Yaten na guarda e os nossos olhares cruzaram e tivemos horas a conversar e ambos nunca nos esquecemos da paixão do passado e soube pela Kakyuu que ele recusou muitas por minha causa.

Não aguento mais, sei que já passou um mês mas não vou deixar fugir a minha felicidade de novo e sei que vais compreender.

Demito-me como líder das inner, peço que dês o cargo à Rei porque ela sempre foi uma líder nata talvez melhor que nós duas juntas.

Estarei em Kinmoku à espera de algumas visitas vossas. Se precisares algum dia de urgência podes-me chamar que virei de imediato afinal somos quase irmãs e devo-te muito.

Beijos, Usagi Tsukino, minha irmã ou Neo Queen Serenity minha rainha, terei muitas saudades tuas e sofrerei com a tua falta mas só aqui terei as duas coisas que me farão feliz: a minha carreira de cantora ao lado dos Três Luzes e…o amor da minha vida pelo qual lutei já muito.

Assinado: Minako Aino, Sailor Vénus. Ex líder das inner da Terra e da Lua."