Destinos

O casamento deles ocorreu na noite do que viria a ser conhecida como a do rapto dela, em pé diante da arvore eles prestaram os seus juramentos, apenas eles e os antigos deuses sem nomes.

Lyanna não tinha certeza se Rhaegar realmente acreditava nos sete, mas ele proferiu as palavras para outros deuses com segurança, como se achasse que aquilo era certo, aquilo era mais do que simples amor, era a maneira de cumprir a profecia, era destino.

Rhaegar acreditava em destino.

Rhaegar acreditava em profecias, ele acreditava que teria um terceiro filho, a terceira cabeça do dragão, e que a rosa de Winterfell seria a mãe deste.

No curso dos meses que seguiram, com as noticias das mortes de seu pai e de seu irmão, e da guerra que Robert começara, Lyanna passou a duvidar. Mas naquela noite debaixo da arvore com os seus corpos juntos e a benção dos antigos deuses ela acreditou em destino também.

Obrigada por ler, reviews são sempre apreciadas.