Red

Edmure decidiu nunca perguntar a Roslin se ela sabia antes.

Ele ainda se lembra de como foi o momento em que a conheceu, que todas as reclamações que havia feito a caminho dali lhe passaram a soar idiotas, que todas as suas dúvidas se dissiparam. Não apenas pela sua beleza, embora essa claramente estivesse presente, mas também a doçura, o sorriso tímido em seu rosto enquanto chorava de felicidade enquanto chorava de felicidade por saber que ia se casar com ele. A jovem que ele conheceu naquele dia não podia saber naquele momento o que iria acontecer.

Quando a tomou pela primeira vez em sua cama nupcial lhe ocorreu que por mais ruim que aquela guerra estava sendo para a sua terra e o seu povo ela não era de todo ruim porque o havia trazido até ela, que não poderia se casar com alguém de uma casa tão menos importante de que a sua se seu sobrinho não precisasse de homens para o seu exército. E a sensação de que aquilo era certo, perfeito até, que coisas boas podiam acontecer e continuariam acontecendo. Enquanto isso sua irmã e seu sobrinho estavam sendo mortos a alguns poucos cômodos de distância.

Ele acha que não tem jeito de saber quais eram os planos verdadeiros de seu pai para o casamento, mas mesmo assim decide não perguntar. Porque se Roslin dissesse que sabia antes seria seu dever odia-la, e Edmure sabia que jamais seria capaz de fazer isso.

Obrigada por ler, reviews são sempre apreciadas.